25 de novembro de 2013

10 meses

E chegamos aos 10 meses. A mamãe zumbi aqui não teve tempo para vir formular o post no dia 21, então vai atrasado mesmo. Como estou meio revolts não vou seguir o modelinho dos outros, até porque nem tem muitas novidades.

Bebela continua dormindo mal, comendo bem, sorrindo muito, me surpreendendo cada vez mais e dormindo cada vez menos. Falei que ia parar de falar do não-sono dela, eu sei, mas não consigo pensar em outra coisa além disso: 10 meses insones.
Se antes eu estava resignada a acordar 6 a 7x de madrugada, só pelo prazer de ter a mãozinha dela no meu rosto, tem sido cada vez mais difícil me manter acordada de fato.
Acontece que a falta de umas belas 3 horinhas de sono (eu me contentaria em dormir 3h seguidas, juro), eu tenho tido apagões frequentes. Sabe quando você acorda na madrugada, mas não está efetivamente acordada? Essa sou eu. E em uma dessas noites em que fiquei morta de cansaço e dormi assim que fechei o olho, aconteceu o que eu mais temia: Bebela teve seu primeiro tombo da cama.

O que mais me chocou, foi não lembrar de ter levantado e colocado ela na cama. Como já falei aqui, Bels dorme no berço, e quando acorda pra mamar eu faço CC (cama compartilhada), e assim que ela adormece eu levo de volta pro berço. Acontece que nesse dia o cansaço foi tão absurdo, que eu só lembro de ouvir aquele choro e pensar que estava tendo um pesadelo. Mas não. Corri pro chão, peguei a Bels e levei pro meu marido. Eu só sabia chorar e chorar, e com o susto, a culpa e o cansaço juntos, acabei passando mal. Bebela chorou muito, mas não sofreu nada, nem ficou com galo na cabeça, o que foi um milagre considerando a altura da minha cama. Ainda tento entender o que aconteceu no dia, mas o mais provável é que eu tenha colocado ela na beirada para mamar, e esquecido de colocar algum obstáculo como edredom ou o travesseiro alto.
A culpa que fica é inevitável. A sorte é que tenho um marido super compreensivo. Ele não me julgou, nem esbravejou como eu faria se isso tivesse acontecido sob a supervisão dele, pelo contrário. Agradeço por ter alguém tão calmo do meu lado.

Tirando o fato de não dormir, ela tem se desenvolvido super bem. Não marquei consulta esse mês (menasmain) então não sei o peso ou a altura, mas a coluna começou a reclamar essa madrugada quando fiquei ninando a Bebela por mais de 30 minutos.
Ela aprendeu a bater palminha, e finalmente aprendeu a mamar na mamadeira \o mas só tenho dado água na mamadeira, o peiticulico continua firme e forte, e ela mama que é uma beleza.
Ela já sabe engatinhar, mas prefere ir se arrastando. Acho que é por causa do joelho que deve doer em contato com o chão duro (ainda não consegui comprar um tatame).

Tenho tantas ideias para posts, mas infelizmente o tempo é curto, e vai ficar ainda mais, já que estou me preparando para prestar vários concursos ano que vem.
Para o post não ficar mega longo e cansativo, depois venho falando sobre outras coisas que lembrar e com fotos da primeira visita da Bebela ao zoo, e com o papai noel.
Bjos

5 comentários:

Lu Navarro disse...

ay Jacque! fiquei super mal quando Rafa caiu da cama pela primeira vez tbm. A sorte è q na casa de minha mae, o piso è de madeira, e nao machuca tanto neh? e ainda era forrado com aquele feltro grosso, tipo tapete. Mas a culpa como vc mesma disse è inevitavel...
Com o cansaço a gente perde a noçao de tempo...a gente so quer dormir uns minutinhos aquele sono pesado renovador e nao acordar feito zumbi neh? mas essa fase vai passar e logo logo vou ver vc cantando vitoria , q ela tem dormido a noite toda.
e parabens a Bela pelo mesversario! ela està linda!

Meriene Zamprogno disse...

Ai, eu sei como é, altas culpas ja tive por dormir e acontecer merda justamente quando eu caia desmaiada, mas calma que tudo ficou bem =) Aqui liam não é chegado num sono, ele briga pra não dormir!

bruno disse...

Parabens para minha lindinha que amo de montão.

jo nascimento disse...

Oi, também tento não falar das noites não dormidas, mas é impossível, quando acho que o sono da Bella vai melhorar ela acorda ainda mais vezes:( meu mantra é: É uma faze, vai passar. beijus

- Anine Pinheiro - disse...

Jacque, era exatamente assim com Guilherminho.
Sofri demais achando que no outro dia ele dormiria a noite toda e tudo ficaria bem, Só que esse outro dia nunca chegava.
Se existe um conselho esse é: Não se frustre, não espere, não crie expectativas. Faça e descanse o máximo que vc conseguir sempre.
O sono do Guilherminho só regulou com 1 ano e meio exatamente qdo ele deixou o peito. Como não vou te indicar tirar o peito, então força na peruca amiga, vai dar tudo certo.

Beijooo

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com