9 de março de 2010

E lá vamos nós...


Hoje acordo e penso: Menos um dia de espera e ansiedade. Quando chega o final do dia então, eu já fico contando os dias que faltam para o parto.
Ontem até me animei e arrumei minha mala (que tá cheia e estufada) preferi arrumar com antecedência, porque nunca se sabe o que podemos esquecer (eu tinha esquecido de colocar desodorante na necessaire) enfim...tô um pouco mais disposta, mas chateada por algumas coisas que aconteceram.
Uma delas é o money do parto que eu ia fazer com minha GO no hospital particular aqui perto.
Meu marido não vai receber a rescisão do trabalho até lá, e vai ficar difícil se enfiar num empréstimo de 4 mil reais e depois ter que pagar quase 3 mil só de juros.
Bem, então a única coisa que resta é escolher o melhor (se é que isso existe) hospital pelo SUS.
Ontem estava dando uma pesquisada e inaugurou recentemente um hospital da mulher, que fica aqui perto de casa, o Hospital Heloneida Studart. Parece (pelo menos pelas fotos) ser lindo. Tudo novinho, pois só vai começar a atender o público dia 15 de março e as cirurgias e partos só serão feitas a partir de 23 de março. Até abril já vai estar funcionando bem.
O hospital é tão chique, que tem serviço de manicure e maquiadoras, depois do parto, para a recém mamãe se sentir mais bonita.
Lá é um centro especializado em partos de risco, ou seja, muito bem equipado com incubadoras, e tem até apartamentos para as mamães de bebês prematuros ficarem.
O único problema, é que lá não atende emergência, só com acompanhamento, e não sei se tudo estiver ok com mãe e bebê eles aceitam.
Como a minha Go que atende no particular, também é médica do hospital Moacyr do Carmo (hospital do SUS), ela pode me dar essa guia de acompanhamento e pedir para que meu parto seja feito lá. Mas tudo isso terei que conversar com ela na consulta que terei dia 18.
Confesso que tô morrendo de vergonha de falar que não irei mais fazer o parto no particular com ela. Mas acho que ela vai entender.

O maior problema disso tudo, é que hospital do SUS não tem analgesia, não tem epidural... imagine você se preparar 8 meses para alguma coisa, e faltando apenas 45 dias todos os seus planos mudarem?
Tô hiper mega chateada com isso. Não estou preparada para um parto sem analgesia. Mas de uma forma ou outra o Bryan vai ter que sair daqui mesmo.
Meu marido tá muito chateado e arrasado. Ele tá visivelmente abalado, não está mais almoçando, tem ficado distante de mim, e as vezes em que estamos juntos ele fica olhando pro nada, acho que se sentindo incapaz de algo. Eu tento tranquilizá-lo, dizendo que de um jeito ou de outro nosso filho irá nascer e vai ser muito saudável e ele não precisa se sentir culpado, alias, não é culpa dele.
Eu fico triste, mas me conformei um pouco, por saber que tem um hospital com uma ótima estrutura a menos de 40 minutos da nossa casa (todas as outras opções eram 1 hora e meia de carro daqui).
Meu único medo agora é o Bruno não poder assistir o parto, sei que tem uma lei que diz que toda gestante tem direito a um acompanhante, mas tenho que procurar aqui que lei é essa.
Minha mãe me tranquiliza, dizendo que foi um senhor trabalho de parto ter dado a luz a mim com 4 kilos e 100 gramas e sem anestesia, ai no final ela fala: Aquela dor insuportável...kkkkkkkkkk
Daí eu fico: mãe, nem me fale na dor. Se eu morria de cólica que dirá as contrações.kkkkkkk
Mas lá vamos nós... tenho fé que vai dar tudo certo.
Pra melhorar meu ânimo meu filho tá aqui se mexendo tanto, é tão bom saber que nunca mais estarei sozinha.

Feliz dia internacional da mulher atrasado para todas.
Besos!

11 comentários:

Nina Nishioka disse...

Amiga, não fica triste assim. Nossa ao ler o seu post também fiquei abalada. Sinto por você. Mas linda, pense que tudo Deus sabe e vocês foram muito sábios de não pegar o empréstimo. Deus estará com vocês e o Bryan vai nascer lindo e muito bem. Quanto a dor, tenta não pensar. Pensa só no seu bebê e tudo será mais fácil. Um beijo com muito carinho!

Aline Milanez disse...

Jacque, olha aqui a lei:
Lei 11.108, de 7 de abril de 2005
"CAPÍTULO VII

DO SUBSISTEMA DE ACOMPANHAMENTO DURANTE O TRABALHO DE PARTO, PARTO E PÓS-PARTO IMEDIATO

Art. 19-J. Os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde - SUS, da rede própria ou conveniada, ficam obrigados a permitir a presença, junto à parturiente, de 1 (um) acompanhante durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós-parto imediato.

§ 1o O acompanhante de que trata o caput deste artigo será indicado pela parturiente.
http://www3.dataprev.gov.br/sislex/paginas/42/2005/11108.htm
Eu acho que tb é lei eles atenderem ao seu pedido de anestesia na hora do parto, vou fdar uma olhadinha aqui e te mando assim que achar!
fica calma pq vai dar tudo certo!!
bjs!

Nina Nishioka disse...

Amiga, eu não tava conseguindo comentar no seu blog. Não sei porque. Faz um tempão que tento. Tive que entrar pelo internet explorer porque pelo Firefox e pelo Chrome tá dando erro. Vizualiza o comentário, mas não aparece a caixa pra digitar as letinhas, sabe? Dê uma olhada. Pode ser que mais gente esteja tentanto e não consegue. Tive que tentar umas 10 vezes dessa vez, mas queria muito te dizer o que te disse. Beijo.

Bianca disse...

Que chato Jaque... Nem sei o que dizer!
A lei é essa que a Aline disse mesmo, o que importa é que você terá assistência, aqui na minha cidade é só um hospital pelo SUS, e que é uma negação. Por isso vou fazer particular, mas se tivesse outras opções de escolha eu pensaria, pois é um gasto enorme!
Te tranquiliza por aí, logo logo chega o nosso dia! ;)
Beijos!

Natália disse...

Oi querida. Nossa, fiquei mto chateada. Realmente a saude publica aqui no Rio eh um caos, pesquisa bastante, corre atras pra conseguir a opçao "menos pior" pra vcs. Essa d nao ter epidural eu nao sabia! Minha prima teve bebe pelo SUS e me falou q nao tomou epidural, apenas analgesia pra "amenizar" a dor, mas achei q fosse por opçao dela,e nao pq nao tem!!! q absurdo neh?!
tenta preparar seu psicologico nesse tempo q falta, ficar nervosa e ansiosa nao vai resolver... entao procura ficar o mais calma possivel, conversar mto com seu bebe e com sua GO, e olha, eu tenho como objetivo o parto natural, mas nao saio por ai criticando nem querendo "converter" quem pensa diferente. Mas ja q vc vai ter q ser mais ou menos "obrigada" a fazer o natural, tenta pensar o lado bom, os beneficios pro seu bebe, vc tera o parto ideal q mta mae sonha e nao consegue! tenta buscar forças d onde vc nem imagina! vc consegue, tenho certeza!
sei q eh dificil pois vc passou a gestaçao toda pensando q ia ser d uma maneira, e depois mudou tudo, mas acho q o momento eh de reunir forças e seguir em frente, por vc e pelo Bryan.
desculpe o texto imenso, mas queria mto t dizer td isso!
Beijos!!! e desejo q td se encaminhe da melhor maneira possivel!

Andréia disse...

Minha queridinha fique tranquila e ore à Deus que Ele vai te dar o melhor, pra vc e pro Bryan. Confie!

Nath disse...

Ow mana fique assim não. Estudos mostram que mulheres que se preparam pro parto normal tendem a ter menos dores do que as outras. Com conversamos por fone, sei que vc se preparou pra anestesia e tudo, mas agora com essa reviravolta tenta se focar no maior presente disso tudo: Bryan, tenta se manter calma e prepare o psicológico pra dor, talvez vc seja uma daquelas abençoadas que nem sentem tanto e que com um espirro já saiu :D. Tudo vai dar certo e saiba que Deus está na sua frente e na direção disso tudo. Te amo muito. Bjs.

- Anine Pinheiro - disse...

Ei amiga, q chato td isso, mas Deus sabe de todas as coisas, vai dar tudo certo. Olha que boa notícia esse novo hospital!!
Quanto a lei, eu já havia pesquisado e vou deixar ela impressa com meu marido. Mesmo sendo pelo plano de saúde, já ouvi casos de médicos não deixarem assistir, então por precaução é melhor estar com papel.
Tenta pensar pelo lado bom, pelo hospital novo, por não desembolsar uma grana. E caso vc precise de tomar analgesia ou até mesmo fazer uma cesárea o SUS faz sim, mas só no caso de necessidade. Não sei no Rio, mas aqui na minha cidade, alguns hospitais particulares fazem parto pelo SUS, para isso depende só do médico.

Beijos pra vc e pro Bryan!
Vai dar tudo certo!

Juliana Zambon disse...

Jacque, não se preocupe. Tudo dá certo no final. Coloque tudo nas mãos de Jesus e peça a Ele o melhor para vocês três! O Bryan vai nascer bem, tranquilo, saudável e você, se Deus quiser, não vai passar por muita dor! Confie!!
Estamos na torcida por vc!
Bjosss

Keka Designs disse...

Puxa, é uma pena mesmo que estas coisas aconteçam ainda. Existe o lado bom de você ter encontrado um Hospital bem equipado mas procure achar o lado bom viu? É difícil, puxa como é difícil se preparar para algo e os planos mudarem. Mas vai dar tudo certo viu? Torço por vc!

Alethéa disse...

Não fica assim. Deus sabe muito bem o que faz conosco. Conheço muita gente que foi super bem atendida no SUS; este primeiro hospital que vc falou parece ser uma boa, hein?! Tomara que dê certo.

No mais, aproveite o restinho da gravidez e se preocupe com o depois do parto, aí que a felicidade começa!

Grande abraço.

Ah! Dá uma olhada no relato de parto que foi publicado hoje no Manga com Pimenta (http://mangacompimenta.blogspot.com/2010/03/primeira-mamae-relatar-o-seu-parto.html), tá bem legal e reconfortante.

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com