16 de setembro de 2010

Vilãos e vilãs da amamentação!!

A amamentação é muito apoiada e visada pelas várias campanhas do Ministério da Saúde.Ok que crescemos praticamente sabendo que o leite materno é o melhor,evita-se doenças, é rico em proteínas e anticorpos, está pronto a qualquer horário e na temperatura ideal e que é o melhor alimento para o bebê; e deve ser oferecido até os 6 meses sem nenhum outro tipo de complemento!!! O que não se fala na televisão é que muitas mulheres tem dificuldades na amamentação (eu me incluo nesse muito) e acabam não amamentando seus filhos exclusivamente como manda o figurino. Antes eu achava um absurdo,mulheres que ofereciam LA para seus filhos ainda pequenos.Na minha mente amamentação era fácil,você coloca a boca do bebê no peito e pronto:ele suga, se alimenta, fica feliz e eu também! Mas existe o outro lado da moeda.E é desse que pretendo falar:

Rachadura: Foi minha vilã n°1. Ainda no hospital,assim que Bryan chegou fui toda feliz e eufórica amamentá-lo.Esse sempre foi meu desejo, e por achar que era fácil pulei vários capítulos nos livros que ensinavam na teoria como amamentar.Minha primeira dificuldade foi a posição correta para a pega correta.Pois sem a pega correta,o bico machuca,chega a rachar e a sangrar. Bryan era muito gulosinho,mas não tinha aquela manha de abrir o bocão e abocanhar tudo (bico e aréola).Então ele só sugava o bico,o que resultou em rachaduras enormes e doloridas.
Solução: Ler muito sobre a “pega correta” e posições variadas para amamentar.Por aqui a que mais funcionou era nós dois deitados na cama.O bico quase não doia e ele sugava melhor.Aqui tem um vídeo muito educativo sobre as maneiras de amamentar e a "pega correta".
Passar pomada nos seios machucados também ajuda.Existem várias marcar a a maioria é a base de lanolina.A bam bam das pomadas é a importada Lansinoh (que não é preciso retirar antes de amamentar),porém existem outras marcar com preço mais acessivel (Lanidrat, meme e outras).

Falta de bico proeminente,ou bico achatado, ouinvertido:
Eu quase não tinha bico (existem ainda os bicos invertidos e achatados) e já cheguei a ouvir ainda grávida o seguinte conselho: "pede pro seu marido fazer o bico em você!!" Não sei como não mandei a velhaca pra tongadamirombadocabuletê! E isso fez com que a amamentação ficasse mais dificil ainda.Pois toda hora o bico saia da boquinha do meu filho e até ele pegar corretamente novamente era um sacrificio.
Solução: Existem as benditas conchas de amamentação que fazem esse serviço: de deixar o bico do seio proeminente e mais preparado para a ação! É aconselhável usar desde o oitavo mes,durante uma hora por dia.Quando o bebê nasce é para continuar o uso,porém não deve ser usada a noite na hora de dormir, e nem na hora em que esta amamentando. Além de serem mais higiênicas que os absorventes de seio,pois elas coletam o leite que vaza e você pode esvaziar várias vezes ao dia.Elas também deixam o leite coletado em contato com o bico rachado: resolvendo dois problemas, o dos bicos achatados e as rachaduras.Elas me ajudaram muito,uma pena eu ter usado tarde demais!

Falta de sono e estresse:
É comprovado cientificamente que o estresse bloqueia a atuação da ocitocina,que é liberada pelo cérebro para desencadear o processo de produção de leite.A ocitocina só é liberada quando a mulher está relaxada, se sentindo segura e confiante.E é provado cientificamente também que o medo, falta de sono, estresse impedem a liberação desse hormônio levando o sonho de amamentar pras cucuias.
Comigo foi mais ou menos assim.Fiquei 3 dias sem dormir e meu leite não desceu nem a decreto.Foi só umas 4 horinhas de sono para acordar com os peitos de mulher melão,cheio de leite para dar e vender.Porém, no pimeiro dia que pisei meus pés em minha casa após o parto,vieram visitinhas que queriam a todo custo me colocar pra baixo com esse assunto.O que me deixou estressada por demais e não consegui amamentar nos primeiros dias.
Solução: É muito importante se sentir segura quanto a questão amamentação.Livre-se dos palpiteiros que não darão apoio nenhum nesse momento.Se isole num quarto: só você e seu bebe e verá como a coisa irá fluir naturalmente.É importante o apoio do companheiro ou da mãe! Lembro-me que quando estavamos só nós tres sozinhos,no quinto dia de nascido do Bryan pedi ao Bruno para preparar a mamadeira.Mas ele falou: amor agora tenta sozinha que eu sei que você vai conseguir!! Sentei na poltrona e falei pra mim mesma que iria conseguir, e consegui.Bryan mamou direitinho,e o leite chegava a jorrar na boquinha dele! O apoio do meu marido e da minha mãe foram fundamentais.

Água:
A água não é vilã, e sim aliada.Mas a falta de água é sim uma vilã.Para se produzir leite tem que beber água, bastante água,cerca de 8 copos por dia. Dá pra sentir as agulhadas no peito quando bebemos água,é sinal que o leite está sendo produzido.Amamentar chega a dar sede.E é quando vem essa sede que devemos aproveitar e mandar pra dentro vários copos de água.Eu nunca fui fã de beber água.Já passei e passo vários dias sem beber um único copo,só bebia suco.E talvez esse tenha sido um dos grandes vilãos no meu caso!!
Solução: É simples: beba toda água que aguentar!!!

Leite fraco e complemento:
Tá que esse assunto aqui é polêmico, e há pediatras que apoiem a introdução de complemento nas mamadas.Não quero entrar no mérito do certo ou errado.Não defendo nem um nem o outro.Vou me basear apenas na minha experiência.
Muitas mulheres reclamam de leite fraco,que o bebê não está engordando,e que é preciso complementar a mamada porque o bebe depois de mamar um longo tempo ainda fica com fome.
Nos primeiros dias é produzido o colostro.Leite rico em anticorpos que sustenta o recem nascido antes do leite propriamente dito descer.
Em uma ou duas semanas o leite vai mudando de aspecto.Mas não pense que ele é fraco só porque é ralo e transparente.A aparência do leite é essa mesma, ele não é branquinho e grosso como leite de vaca.
O "leite maduro" que é o leite que será produzido enquanto a criança mamar, tem 3 fases:
Leite do começo: É rico em água, ele que mata a sede do bebê. (Tá ai o porque da não recomendação de se oferecer água enquanto está amamentando exclusivo)
Leite do meio: É rico em proteína, lactose, vitaminas, minerais.
Leite do fim: O leite que surge no final da mamada parece mais branco do que o leite do começo porque contém mais gordura. A gordura torna o leite do fim mais rico em energia. Fornece mais da metade da energia do leite materno.
Ai que está todo problema.Se seu bebe só mamar 3 minutos ou 5 minutos em cada seio vai perder toda gordura do leite que sai no final da amamentação.Por isso o recomendável é que se deixe o bebe esvaziar as mamas,assim ele mamará todas as fases do leite materno.
Aqui Bryan só mamava 5 segundos e puft,capotava, depois quando ele acordava eu oferecia o outro seio.Ai que eu errava,pois ele não tinha mamado o leite do fim, e sempre ficava mamando o leite no inicio,por isso não ganhava muito peso.
E com isso eu sempre complementava quando achava que ele não tinha mamado o suficiente.
Solução:Deixar o bebe esvaziar toda a mama,o que é feito em mais ou menos 20 minutos em cada seio.Após isso ele está fazendo seu peito de chupeta, e pode causar as rachaduras. Se ele é um bebe preguiçoso e dorme logo assim que começa a mamar a solução pode ser ou trocar de fralda antes da mamada,pois isso irá despertá-lo ou fazer carinhos na bochecha para que ele acorde.Confesso que isso não funcionava por aqui não...Então eu sempre tirava com a bombinha o leite do inicio e deixava ele mamar o restante,que era o leite rico em gordura!
Lembrando: não existe leite fraco!!

Complemento e falta de leite:
A falta de leite,ou "meu leite é pouco", talvez seja um dos maiores vilões da amamentação.
Existem algumas causas que proporcionam a diminuição da produção de leite,
que são:
1-Dar outro complemento como água, chá ou leite artificial, diminuindo o apetite do bebê;
2-Introduzir mamadeiras ou chupetas confundindo e dificultando a sucção no seio;
3- Mamadas curtas e pouco freqüentes, o que resulta em mamas cheias e ingurgitadas
cessando a produção;
4-Pouca ingestão de líquidos e alimentação incorreta por parte da mãe.
Pela minha experiência foi de tudo um pouco que fez com que a amamentação não tivesse sucesso por aqui.Em primeiro lugar eu sempre complementava,ou até deixava ele mamar uma mamadeira inteira e não oferecia o seio pelo combo rachadura+meu peito não encheu.E como não havia estimulação,é óbvio que o peito não enchia mesmo! Depois foi a pouca ingestão de líquidos lá pelos 2 meses do Bryan.Ele já estava pegando corretamente,e o seio já estava cicatrizado.Mas mesmo assim eu não ingeria muito liquido,o que fazia com que houvesse pouca produção de leite.Ficando o Bryan nervoso ao sugar e vir pouco e eu complementar na mamadeira,pimba, um outro problema surgia.
O bico da mamadeira também influi.Eu no inicio dava o fisiológico mesmo,achando que não teria problema de confusão de bicos por ser poucas vezes oferecido.Depois passei pro ortodôntico e Bryan até passou a pegar melhor o seio.Mas como a saida de leite pela mamadeira era facilitada e no seio ele tinha que fazer mais força pra sugar, meu bicho preguiça optou por largar o seio e ficar só no fácil.E com 3 meses ele não queria mais o peito. Não sei se foi a pouca estimulação,ou a confusão de bicos,só sei que de um dia para o outro eu fui oferecer toda alegre as peitchucas para o bezerro mamar e ele fez aquela careta, e ânsia de vômito.Ainda tentei por alguns dias,colocava a mamadeira na boca dele e ia tirando até o seio e ele logo percebia a troca (meu filho ébobonão!!rs) e fazia aquela carinha que me partia o coração.
Até que o leite secou,da noite pro dia e puft,lá se foi o sonho americano de amamentar exclusivo até os 6 meses :(

Mas se você,assim como eu não conseguiu amamentar por diversos fatores,bola pra frente!!! Vão existir muitas pessoas para te julgar,e dizer que você não foi firme e forte no propósito, e que a verdade mesmo era que você não queria amamentar e pronto:inventou um monte de desculpas! Mas abstraia esses tipos de comentários!!
Eu já ouvi muita coisa e ainda ouço quando falo que Bryan desmamou aos 3 meses.Não se sinta menos mãe!! Pois isso não existe! Mãe é ato de amor,carinho,entrega, e não só aquela mulher que pariu de parto normal e amamentou até os 2 anos! Você irá continuar sendo mãe!!!
Nem todas as mulheres conseguem amamentar e ainda tem aquelas que tem que trabalhar e deixar de amamentar exclusivo.Acontece com qualquer uma!!!E todas nós somos MÃES!!

P.S: esse post estava pronto a um tempo e fiquei ponderando se colocava ou não,alias não quero ser extremista e defender nenhum tipo de frente.EU defendo e apóio sim a amamentação sim,seja ela exclusiva,complementada,enfim, por isso a vontade de escrever um relato assim e ajudar as mamães a se prepararem para o que esta por vir!!
Bjos

15 comentários:

Alethéa disse...

Tá certíssima! Ninguém é menos mãe por não amamentar seu bebê. Mas eu acho que o certo é fazer como vc fez: super bem informada, tentou de tudo e amamentou o quanto pôde.

A gente acha, igual vc falou, que amamentar é instintivo, natural... engano nosso... exige aprendizado, treinamento até. Vivendo e aprendendo, né?!

Grande abraço! E o que importa é que nossos bebês estão aí, super saudáveis e crescendo bem!

Amanda disse...

Jacks... tu tá PHD em amamentação amiga? rs... adorei o post.. olha o nosso Pediatra disse q os leites complementares hj em dia são shou de bola, devido a nossa alta tecnologia eles estão cada vez mais bem formulados, supridos de nutrientes essenciais para o bb... por isso nada de LA com culpa!
Faz dois dias q estou aqui com minha pequena toda manhosa querendo mamar e mamar coisa de 1 x1 sabe... tô exausta amiga! ... tô aqui esperando para ver se é um pico de crescimento ou se realmente estou com pouco leite... apesar q qd tiro as conchas tem sempre um leitinho lá e água eu bebo aos montesss... vamos ver no q dá...
Ah achei um link das latinhas aí do RJ dá uma olhada
http://www.elo7.com.br/item/C1AB1/?utm_source=MadMimi&utm_medium=email&utm_content=Destaques+da+semana&utm_campaign=2010-09-15&utm_term=img-32_jpg

Franciele Galantini disse...

Amiga adorei o post...kkkkkkk...estudou direitinho heim...rsrsrsr...brincadeirinha, amiga tinha postado um comentário sobre os convitinhos do niver e tinha me disponibilizado para fazer personalizado e vc ainda não respondeu, espero respostas.....beijocas

Nathalia disse...

Oi jacque.. acompanho seu blog desde a epoca da sua gravidez... mais nunka comenteii... ate pq nao tinha blog sei laaa.. logo em seguida fiquei gravida.. e hj meu bebe tem 21 dias e esse post seu me ajudou mtooooooo pq to tendo algumas dificuldades com a amamentação...brigado por compartilhar essas dicas ... e parabens pelo bryan eli eh lindoo... e ainda faz niver junto cmg dia 19/04... beijos pra vc e p sua familia.. se der vamos nos comunicar por email... nathalia.muller@yahoo.com.br
beijos

LIGEIRAMENTE GRAVIDOS disse...

aii acho que fiquei traumatizada, ja to morrendo de medo das rachadura.
http://bloggravida.blogspot.com/

Rebeca disse...

Eu amei o post Jack, e acho que vc é muito corajosa em falar abertamente que não deu certo com vc e Bryan.
Algumas pessoas são impiedosas e criticam mesmo, falam até que a mulher que não dá o peito é menos mãe.
Eu estou tentando me preparar o máximo possível, comprei as conchas e tal (só não consigo tomar sol pq em apto e essa época do ano o sol só bate na varanda depois das 11 da manhã). Mas estou me preparando psicologicamente, sei que tudo pode não ser um mar de rosas e que na prática a banda toca de outro jeito. Tenho uma tia e uma prima que não tiveram rachaduras nem nada. E sei bem que elas são uma excessão!
E quer saber? Vc tentou, mas não consiguiu. E daí? Bryan está lindo, saudável, e isso é que importa no momento. Vai chorar pelo que não deu certo? Vc tá certa!

Beijos

Nath disse...

Mana morri de rir com a 'dica' de alguém em seu marido fazer os bicos, como assim Bial??? kkkkkkkkkkkk. É cada uma que parece mentira. Como eu não sou mãe, tem nem o que falar, mas que marido fica com medo das minhas peitolas dobrarem de tamanho qd engravidar, isso ele fica kkkkkkkkkkkkkk...Mas amei o post (sou louca né?!) Xêro grande.

Jéssica Araújo - Gravidíssima disse...

Eu confesso que tenho um medinho da amamentação. Meus seios estao mega doloridos e agora que meus bicos estao começando a parecer... Beijoo

Ju Chicrala disse...

Adorei o post. Até anotei algumas dicas pra quando eu precisar aki..rs!
Adorei experiências de quem está vivendo na pele...otimo!
Um beijo querida!

Cristiane disse...

oi, faz um tempinho que aconpamho seu blog, venho aqui olho e saio de fininho, mas posso dizer quer ja li quase todas suas postagens, pois amei seu blog, suas dicas e acho seu filho lindo um princepesinho, quanto a amamentaçao tbm acho importante mas as vezes fica dificil para a mulher cumprir esse papel... seu blog esta linkado no meu para sempre ver suas atualizaçoes... beijos

(Mamãe) ~Pinel disse...

Amamentar não é nada nada fácil mesmo!
Nos primeiros dias a Lara chorava (de cólica), e a empregada sempre dizia (ixi Maria, acho que seu leite não está sustentando ela não). Me segurei pra não dar uma resposta do tipo: "vem cá amamentar ela então" pra depois não ficar clima chato em casa.

Aos poucos a Lara e eu fomos acostumando e hoje é bem mais tranquilo, só que ela mama muito, e eu fico cansadooona! hehehe
Pelo menos ela mama muito e tá crescendo e engordando, e isso que importa! A dor some só de pensar que depois da mamada ela vai sorrir pra mim, como ela sempre faz.

Beijo, e com certeza, as mães que optam por dar LA não devem se culpar, eles são nutritivos e o filho não a amará menos por isso!
Parabéns pelo post!

Renatinha disse...

Ótimo post, parabéns!!!
Eu assim como vc não li sobre amamentação porque achava que era fácil (ledoengano rs), porém o insucesso da amamentação no meu caso não foi só culpa minha, o hospital onde a Sarah nasceu deu mamadeira pra ela na UTI Neo e isso fez com que ela não quisesse peito de jeito nenhum quando chegou em casa e olha que eu insisti demais, mas cansei da choradeira que era toda vez que tinha que amamentar e desisti, mas tentei muito, tanto que tirei leite com a bombinha até os dois meses dela, mas depois disso o leite secou...
E até hoje escuto besteira quando falo que dou LA para ela, as pessoas acham que é por preguiça.
Bjus querida!!! Amei o post.

Débora disse...

Amiga, esse assunto é polêmico mesmo! Eu tbm sempre penso muito antes de escrever.

Eu tbm tive rachaduras terríveis de sangrar, amamentava berrando de dor. Tbm tinha o bico invertido e assim como vc, eu não usei as conchas corretamente.
Lembro que ás vezes demorava quase 15 minutos só pro Vicente conseguir pegar o peito.

Mas não sei... não sei se foi sorte, se foi persistência, se foi milagre, mas conseguimos!

Eu ainda acho que amamentar é fácil, é natural, mas não sempre. Não é uma regra.

Agora, ninguém é menos mãe por não amamentar exclusivo até 6 meses e bla bla bla...
Eu, por exemplo, vou ter que ir trabalhar e la se vai a amamentação exclusiva, com 4 meses.

Sempre tem alguém pra dar pitaco, é como no parto. Até hoje aturo pessoas me olhando com cara feio quando falo que fiz cesaria. E acham que eu tô mentindo quando digo que o Vicente estava virado, que é desculpa. Não é, mas se fosse, o que eles tem a ver com isso né?

Gente doida!

Beijo pra vocês!

Di disse...

Acho que se você, como eu tambem poderia, tivesse ficado sabendo sobre relactação desde o inicio, sido bem instruida, tivesse conseguido amamentar seu bebe por mais tempo. Eu sei que eu teria.. Bjs

Lais disse...

ADOREI o post! Eu tive muitos problemas com amamentação também! De fato, é muito mais dificil do que parece. Eu achava que era só colocar o peito na boquinha no bebê e pronto. Por isso, durante a gravidez nem pesquisei sobre o assunto. Quando o Douglas nasceu, descobri que meus seios tem o bico muito pequeno, por isso ele só mamou no hospital, com bico de silicone. Chegando em casa, nem com o tal bico ele queria mais saber. Resultado: quase 1 semana sem mamar direito, levamos no pronto socorro e descobrimos que ele estava desidratado.
Me senti MEGA culpada, mas hoje olho pra trás e vejo que o erro não foi só meu. Meu GO DEVERIA ter me instruido quanto a isso, me falado que eu tinha que fazer o bico aparecer e como aparecer.
Sem dúvidas, não somos menos mães porque não amamentamos exclusivo até o 6º mês. Quem acompanhou nosso drama (marido e mãe no meu caso também) sabe o quanto nos esforçamos e sofremos pelo bem dos nossos filhotes. Mas o importante é que, tanto seu Bryan como meu Douglas hoje são bebês lindos e saudáveis!

Beijinhos pra vc!

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com