5 de setembro de 2011

Por um estômago sem buraco


Desde o dia em que recebi o diagnóstico de pan-gastrite juntamente com uma listinha tosca de alimentos e bebidas proibidas, eu nunca mais fui feliz, em termos alimentícios, lógico.
Nos primeiros dias dei uma maneirada na dieta, pois quem ficava sofrendo de dor depois de comer algum alimento proibido era eu, mas como resistir ao café minha gentem? eu AMO café, especialmente o capuccino.E não é só café, eu estava condenada a uma vida sem mate suiço (mate batido com leite condensado e suco de maracujá), sem nescau, sem barra de chocolate, sem frituras e sem podrão (cachorro-quente da praça).Como alguém sobrevive sem comer frituras?? 

E assim que as semanas foram passando e a dor foi embora (graças a comprimidos diários de omeprazol + buscopan nas crises) eu me entreguei ao mundo proibido e derrapei feio na dieta.
E foi ontem que as dores voltaram com força total, tanta dor que na hora só penso em cortar meu estômago fora (dramático,mas é real) e omeprazol atualmente está fazendo cócegas, não resolvendo de nada.
Foi aí que decidi me reeducar e seguir a tal listinha negra (que eu joguei fora assim que sai do consultório,mas tenho tudo arquivado no meu disco C, quer dizer, no meu cérebro).
E decidi me jogar no mundo verde saudável da saladinha, do brocólis, do grão de bico (que acompanhado a um frango ao molho fica uma delícia), e suco natureba de laranja, e dar bye bye ao que tem que me feito mal (juntamente com o refri que eu havia cortado a meses, e que agora foi banido da minha vida forever).
Mas como alguém sobrevive sem café?? não dá, ainda mais para uma mãe que tenta resistir as cochiladinhas a tarde e toma uma xícara de café para se manter acordada. e assistir uma série enquanto o filho dorme. E como viver sem a praticidade de quebrar um ovo na frigideira para comer voando enquanto torce para o filho não acordar? como sobreviver sem o podrão sagrado de todos os sábados? como sobreviver ao calor do Rio 40°C sem tomar um copo geladinho de mate suiço? Como resistir a uma xícara de capuccino quentinho e cremoso com borda de chocolate e creme de chantilly por cima? como?
Eu não sei como irei sobreviver, mas hoje foi dada a largada: por um estômago sem buraco e saudável (e que me desculpe o moço da carrocinha de cachorro-quente).


bjos

9 comentários:

sou mãe, e agora??? disse...

ai, jacque... num sei... menina tbm sou viciada em café, como ele nos salva ás três da tarde... mas tente seguir a listinha negra, dipois vc vê se dar pra incluir o cafézinho ou o mate, sem sentir dor... bjks no Bryan!!!

Thais Bessa disse...

O Jacque, ando ausente comentando, mas li tudo pelo cel. Agora acho que a vida entrou nos eixos e posso voltar!

Gastrite dizem que eh terrivel mesmo, a unica coisa de estomago q eu tive foi azia desgracada na gravidez e era MUITO ruim!

Volta ao medico e ve se tem outro remedio. E olha, eh possivel viver sem cafe, eu nao gosto, hoho. Mas bebeo 2000000 mil litros de coca por dia. Entre coca e gastrite talvez optasse por coca, hehe.

Bjos

Ju disse...

Putz amiga, há 3/4 anos atrás eu fui diagnosticada com Gastrite Nervosa, e tive que seguir uma dieta tão rigorosa qto a sua, se segui?
Nos primeiros dias, vivia a base de medicamentos na época eu fumava e bebia, até hoje qdo fico tensa , nervosa...sinto o "querido" dando sinais de vida rs... Mas nada desesperador. Tente seguir sim, eu fui muito relapsa e só tomei os remédios rs ... Beijinhos boa semana

*Rê* disse...

ha ta, disso eu entendo pq tbm tenho problemas de estomago, mais o incrivel fi que passou tudo depois que eu engravidei..pensei quue ia ficar pior neh?? mais nao, incrivelmente, hoje como e tudo sem medo... quase um milagre.. vamos ver depois ... se cuide!

Angi disse...

Difícil,Jaque!
cafézinho é báásico, eu não sobrevivo sem,mas não vou contar quantos eu tomo, prá tu não passar vontade!
Te cuida,amiga, e segue o que o médico falou, as vezes, uma mudança na alimentação já resolve, nem precisa de medicação!
beijos e boa semana!

Ivna Pinna disse...

É Jacque, vai ser difícil... não sei quem inventou essa coisa de que comidinhas absolutamente gostosas, fizessem mal. Homem feio! hahahahaha

Mas faz uma forcinha aii, pq sentir dor é uó mesmo!

beijos

Di disse...

Ai jaque, te entendo em dobro, rs mas nem tanto pela dor, mas pela muança nos habitos alimentares. Eu fiz uma reeducação e voltei ela toda atras, ganhando 12 kilos nas costas (mentira, nas coxas e na barriga mesmo) e o taz, que como vc sofre de dor, tem passado mal e voltado a engordar pois esta largando mão dos bons habitos de novo.
te dou a maior força! Vai la, muda a vida, a comida, o estomago e descobre as delicias de fazer as coisas erradas como exceção e não regra.
bjs

Ártemis disse...

Jacque, AMEIIII seu comentário enorme! E amei mais ainda sua história, porque só quem tem ciclos anovulatórios sabe o quanto o fantasma da esterilidade assusta, né? Mas foi exatamente como você disse: a vida nos prega umas peças e quando chega a hora, não tem jeito! Prova disse é o Bryan, lindão (e como ele é lindão, meu deus!).
=)
Sobre sua dor de estômago, tenho umas dicas. Afinal, de médico e louco, todos temos um pouco, né?
Eu sofri por muitos e muitos anos com dores e azias terríveis. Meu café da manhã dos 15 aos 18 anos era uma colher de Milanta Plus, nunca podia comer nada que logo ficava enjoada, com dores, com azia, queimação. Um inferno!
Mas, ao longo de todos esses anos de sofrimento, aprendi umas coisinhas que realmente funcionaram comigo, e acho que você pode tentar.
1. Sorvete de creme: é gorduroso, mas era uma das coisas que acabavam ou minimizavam minhas azias terríveis. Dizem que existe uma substância no sorvete de creme (não sei qual) que ajuda a diminuir as dores estomacais. Só não pode tomar muito para não sofrer com a balança...ehehehehe
2. Chá verde: é amargo e nem todo mundo gosta, mas é um ótimo amigo da digestão. Comigo funcionava tomar depois das refeições (logo depois mesmo, como se fosse café).
3. Gengibre: mascar um pouquinho de gengibre também ajuda a digestão e faz com que nosso estômago fique menos sobrecarregado. Comigo ajuda logo antes ou logo depois das refeições.

Eu vivia de dieta, mas o que acabou mesmo com minhas dores foi a cirurgia de apêndice que eu fiz. Assim, eu acho que eu não tinha nada gastrite, mas sim apendicite crônica. De qualquer maneira, essas dicas funcionavam comigo direitinho. Espero que te ajudem.
Beijos e muito obrigada pelo carinho lá no blog!
=)

Dona Mocinha - Taly Watanabe disse...

Ameeeeeeeeeeeeeei os comentários no Dona Mocinha...
Ainda mais as dicas de lembrancinhas, vou pesquisar uma por uma. E com certeza, usufruir dos dotes do pretinho..rs.

Mas que caro fazer festa no RJ, jesuuus...rs

E vou seguir sua dica qto a fotografia e vou colocar esse item nos itens essenciais, já estou com alguns orçamentos a vista...

E o nome do blog resolveu trocar agora sozinho..eitaa loucura..

E Dona Mocinha Jacque, trata de se cuidar hein mocinha?
MElhoras..

bjinhuus

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com