6 de novembro de 2012

Pouco tempo.


Menos de 90 dias pra chegada da Isabela, e não tenho nada arrumado. Do Bryan com 28 semanas já estava tudo prontinho, e cá estou com quase 30 e pensando seriamente que seria uma maravilha ir até as 42 semanas de gestação (nesse caso ela só chegaria em fevereiro).
Nada de bercinho arrumado. Nada de roupinhas lavadas. Nada de mala de maternidade comprada. Nada de plano de parto montado. Nada de ânimo para fazer o chá de fraldas. Nada de ânimo para fazer o book.
E isso não é culpa somente do ânimo. Estamos com restrições orçamentárias sérias (quem nunca?). Acho que só vamos conseguir colocar tudo nos eixos em fevereiro, mas aí ela já nasceu né. O problema é que marido ficou parado 1 mês, não recebeu a rescisão do antigo emprego toda (o famoso: patrão deu uma pernada), e não quis colocar na justiça para não prejudicar o emprego novo. Começou a trabalhar apenas no final de outubro, e só vamos ver a cor do salário no meio do mês. Sei que nada disso é culpa dele, mas não posso deixar de sentir uma raivinha quando ele fala: vai dar tudo certo amor. Eu vivo dizendo que a Bels será a nova Eva, e vai andar peladinha em casa.
Acontece que as pessoas tem prazo para cumprir. Não posso encomendar o kit de berço no final de dezembro, que nunca que ele vai chegar em janeiro. Tenho raiva de homem calmo nessas situações...aff

Para piorar perdi a minha causa na justiça contra a americanas. Os espertinhos apresentaram uma prova de estorno (que eu não solicitei), e se livraram de pagar o valor estipulado pela juíza pelos danos morais. Conclusão: eu estava contando com esse money para pegar o carrinho, encomendar o kit e comprar pelo menos a mala de maternidade (marido já sugeriu que eu leve a azul do Bryan, que tá novinha e linda. mas não rola. quero rosa).Se tem uma lição que eu tirei disso tudo foi: não conte com o ovo....o resto vocês já sabem.
Eu não estou desesperada só pelo fator tempo, e sim pelo fator cansaço. A barriga milagrosamente ainda não pesa, e não sinto as terríveis dores que sentia no cóccix e lá na esquecida (como se ela tivesse se abrindo), que eu sentia na gravidez do Bryan bem antes de completar as 28 semanas. Mas, e quando começar a cansar?
Tive que abrir mão -temporariamente - de fazer a 4D, já que o número da carteirinha do plano não chegou, e só com ele eu conseguiria o desconto. E nem a pau que vou pagar mais de 250 pra fazer a ultra, podendo comprar tudo isso de roupinhas.
Ainda não visitei as maternidade (me chamem de jeca, mas não sei ir em uma porção de lugares sozinha), e estou na luta para achar um GO pelo plano, que me aceite com esse tempo de gestação, seja adepto do parto normal, e ainda faça parto nas maternidades conveniadas. Caso contrário: SUS aí vou eu.
Tá fróids ficar em casa só vendo o tempo passar - que por sinal está passando rápido demais pro meu gosto. Alguém ai me congela e só me acorda no final de janeiro??? E pede peloamordedeus, para que esses 2 meses que faltam, passem na maior lerdeza possível! Obrigada

20 comentários:

Ivna Pinna disse...

Amiga, acho que é mal de todo marido ficar tão calmo quando a gente tá explodindo!
Claro que a culpa não é dele, mas acho que a gente espera pelo menos ficar desesperada em família! hehehe

Mas vai dá certo. Não se preocupe que qndo a bels chegar, vc já ter resolvido tudo. Toda mãe na primeira gravidez fica louca e resolve tudo muito antes da DPP, mas vejo que no segundinho as coisas são diferentes, normal né?!

Beijos

Ártemis disse...

Jacque, qual seu plano de saúde? Me manda um email (vida.selvagem@yahoo.com.br) que tenho umas dicas.
bjs

Luigia Macena disse...

Nossa Jack, como passou rápido!
Eu acho que essa calma é mal de marido, kkkk!

Te desejo muita saúde nessa reta final, e 90 dias é bastante tempo (otimista), vai dar tudo certo! kkkk

Mil bjus!

Di disse...

Jack, o que eu vou falar não vai ajudar, eu sei, mas acho que é importante pra você saber. Se vocês estavam sem plano de saude a mais de 1 mês e estarão entrando no plano agora você não vai poder fazer o parto pelo plano a não ser que vocês, e a empresa que seu marido trabalha, façam um acordo para pagamento avulso da carência (é como pagar 2 vezes o valor do plano). Por que Parto Normal - ou seja, sem ser emergencial - tem carência de 300 dias em qualquer plano de saúde.
Isso, ai, você entendeu, você tem que cumprir carência pra poder fazer o parto pelo plano de saúde. E dependendo do plano, mesmo pagando pra não ter a carência, a dor de cabeça que vocês vão arranjar - por que os estabelecimentos não tem esse tipo de informação e nem sempre isso consta no sistema - até conseguir atendimento, a Bels já nasceu.
Então, averigua isso com seu marido, com a empresa e com o plano de saúde direitinho.
Se a empresa fizer acordo com om plano pela carência você vai precisar disso por escrito, protocolado, vai entrar em contato com o plano de saude, escolher a maternidade, ir até lá, explicar o seu caso, deixar isso registrado por escrito de alguma forma... pra na hora do parto não chegar na maternidade e ter uma atendente nova falando que seu plano não cobre. Entende?

As outras coisas amiga, foca no básico. Precisa de 6 a 8 mudas de roupa recém nascido e P pro primeiro mês, um carrinho ou moisés pra ela dormir pertinho de você, fraldas, algodão e um peito cheio de leite. Então providencia isso assim que possivel e o resto, vai com calma, que no fim vai dar tudo certo e com tempo suficiente.
Mas, ó, se começar a ficar nervosa, peça ajuda pra sua mãe, pras amigas, pra colocar as coisas em andamento, ok?
Bjs
DI

Máh disse...

Amiga!!
Passei por tudo isso durante minha gestação...
Aí uma pessoa iluminada disse assim para mim: seu filho não irá se recusar ir para casa simplesmente pq não tem as coisas que VC quer!
E de verdade sua filha precisa de vc!! Do seu carinho... Do seu amor!!
Se vc precisa baixar o nível e comprar coisas mais simples o faça... Seu amor e principalmente seus peicthos é mt mais importante!!
Não faz drama querida essa coisa linda não irá ficar pelada mesmo!
Bj

Ps. Tem umas perguntinhas para vc em meu blog...

Dayane disse...

Jacque eu to do mesmo jeito. Aperriada porque ainda não comecei a arrumar nada pra Kylie. E o motivo é o mesmo, restrições orçamentárias. E meu marido é do mesmo jeito heheh Eu quero comprar móveis novos pra Leah pra poder botar o berço, a cômoda e a poltrona no quartinho de Kylie e ir arrumando as coisas dela. Eu quero arrumar tudo o quanto antes e ter tudo prontinho quando ela nasce, mas me diz se ela vai precisar disso logo? Não. Ela não vai nem dormir no quarto dela pelas primerias semanas ou meses. E eu não posso arrumar tudo com ela nascida? Posso! Os maridos estão certos, problema é que a gente precisa fazer alguma coisa pra amenizar a ansiedade da espera. Pelo menos pra mim é assim. E a verdade é que os bebês não precisam de tanto, a gente que quer demais. Ainda tenho muitas roupinhas de Leah, mas também doei muitas e preciso completar pra Kylie. Não sei se por aí é fácil de achar, mas aqui tem uma lojinha de roupas usadas onde vou comprar tudo que tiver faltando pra Kylie. Comprar roupa usada pra bebê novinho é o melhor negocio do mundo! Porque eles crescem tão rápido, mal usam as roupas e elas parecem novinhas. Não me odeie, mas vai dar tudo certo. Hehe Vê as coisas do parto e providencia o mais necessário e vai estar tudo bem.
Beijos

Meriene Zamprogno disse...

Tava assim no final da gestação do Liam, resolvi tudo antes de nascer, mas bateu um desespero mortal quando foi o ultimo mes, faltavam agluns detalhes e eu tava ficando loca, odiava amargamente que maridon ficava calmo, eu queria gritar de loca uahuahuahuahuahau pular no pescoço dele uahauha normal viu! O tempo passa tao rapido e os preparativos ficam pra trás T.T

Thais Bessa disse...

Jacque, que situação difícil, mas não fica brava com seu marido, ele já deve se sentir mal o suficiente. E se ele não ficar calmo vai fazer o que? Tirar de onde?

Olha, nessa situação a gente tem que aceitar que nem tudo vai ser como a gente quer. Quando eu era adolescente meu pai perdeu o emprego, meus pais se separaram (e ele deixou a gente sem nada, nem lugar pra morar). Minha adolescência foi muito MUITO tensa financeiramente e teve uma época que eu fiquei revoltada pq pra piorar eu estudava na escola particular mais cara da cidade (com bolsa) e obviamente eu não podia acompanhar os colegas nem em 1% do estilo de vida deles. Mas o que não tem remédio remediado está. Tantas coisas são desnecessárias no frigir dos ovos, tipo uma mala de maternidade nova ou até mesmo o carrinho no começo, a não ser que vc vá sair muito a pé com ela (o que vai ser mais complicado com 2 crianças pequenas). Ultra 3D eu não fiz da Bebella nem com desconto, porque não queria gastar o dinheiro com isso, algo não necessário. Então faça algumas concessões...

Daqui a pouco as coisas se ajeitam, o mais importante é que ele agora está trabalhando e seus filhos estão saudáveis!

Bjos

Brenda Andrade ♥ disse...

Bom cunhada, eu nunca tive um filho. Mas passar por uma situação financeira complicada, disso eu entendo. Meu conselho é que você invista o dinheiro que vai chegar nas coisas que são realmente necessárias pro bebê. Book é legal e tudo mais, mas convenhamos, é um gasto super desnecessário. E tem coisas que dá pra reaproveitar da gravidez do Bryan, como a mala que você não quer usar, por exemplo. Eu acho que nesses períodos de vaca magra é bom pensar naquilo que você precisa mesmo. E pode ter certeza, usar alguma roupa do bryan, usar a mala do bryan, não fazer book e outras coisinhas mais, jamais farão de você uma mãe relaxada, despreparada ou que ama menos seu bebê. Fica tranquila, pq é isso que o Bruno disse mesmo: vai dar tudo certo. É só esquecer as "futilidades" e focar no essencial. Fica com Deus, beijão

Suzana Lira disse...

Ainnnn olha só, nunca passei por essas coisas mais amo seu blog e o de tantas outras mamães que acompanho. Então tudo que tenho a dizer é que estou orando para que tudo dê certo. Beijjosss

jo nascimento disse...

A situação é complicada, mas com paciência tudo vai se ajeitar antes da Isabela nascer! Eu ainda não comprei nada, mas vou precisar de muito pouca coisa já que a familia do marido é enooooooooorne e a Isabelle ganhou muitas coisas novas e usadas o que eu não importo nem um pouco, acho que vou comprar só a roupa dela sair da maternidade e algumas miudezas,mas vou esperar mais um pouco.
beijinhos

Bia disse...

Oi Jacque,sou uma leitora aqui do seu blog de todos os dias,faz tempo que acompanho vocês,comecei a ler o Bryan não tinha feito nem 1 aninho ainda.Estou grávida da minha primeira filhota,quinta completo 25 semanas.Bom,sem experiência ainda,digo que concordo com as outras mamães.Nós ficamos muito ansiosas apesar de o tempo todo acharmos que não e não e não.A gente procura no enxoval o passatempo até a hora do baby nascer,é tipo uma compulsão de querer comprar tudo o que a gente ACHA QUE PRECISA.Eu estava louca por um carrinho mega caro,e no final das contas,comprei um carrinho com bb conforto Chicco,usado,que me custou menos da metade do carrinho que eu queria,e nem por isso me senti menos feliz.Ainda não tenho muitas roupas para a Malu,não tenho berço comprado,nem nada de quarto,quero lavar as roupinhas e nem tenho espaço pra guarda-las,se realmente fizer isso.Também estou passando por uma pindaíba financeira danada!! Em MUITOS momentos me sinto frustrada com tantas coisas pra resolver em meio a tanta falta de dinheiro também,mas eu creio que até fevereiro,que é quando a Malu nasce,de um jeito ou de outro,vou ter resolvido tudo.Daqui a pouco as coisas vão começar a sair,é estranho ter que dizer isso,mas paciência realmente é fundamental,se eu não estivesse tendo agora,nem sei como ficariam as coisas.O Bryan tb precisa de você,e tudo vai se arrumar,no tempo que tiver que ser.
Beijo

Amanda disse...

Caraca, bora lá competir pra ver que é a grávida mais desesperada? Sem brincadeiras, estamos em uma situação muito parecida, estou grávida de quase 32 semanas, segunda gestação e é uma menina, Cecilia será o nome dela (a diferença é que a primeira minha é menina tbm.) Meu marido está desempregado desde o final de abril, e todo o din din que tínhamos já foi faz tempo! Estou esprando uma resposta importante para ele nessa quinta, mas mesmo assim, minha Ciça virá ao mundo em uma situação bem mais precária que a Maria veio, alias, há de se pensar que por eu ter uma menina de 1a8meses eu tenho mta coisa, o que não procede, já que não imaginava que iria engravidar novamente mto menos que o marido ficaria desempregado, então dei muita coisa!
Entendo quando diz que mesmo sabendo que não é culpa dele não é fácil racionalizar, saber que nossa neném nascerá sem podermos fazer tudo o que queríamos.
Situação chata, complicada e triste sim!
Tô com o blog desativado faz um bom tempo, mas se quiser conversar manda um e-mail - amanda_araujo17@hotmail.com - ou me add no facebook - Amanda Araujo Paschoalini

Bjinhos e boa sorte!

Mamãe Nádia disse...

Oi!

Desculpe o meu sumiço, esses últimos dias estão voando pra mim, estou sem tempo pra passar nos blogs queridos pra fazer uma visitinha.
Finalmente hoje tirei uma horinha pra vir aqui conferir os posts novos com mais calma...

Prometo que assim que nos instalarmos no Canadá vou vir fazer visitas mais frequentes. Nos próximos dias estarei ainda um pouco ausente, pois ao que tudo indica nossa mudança acontecerá na semana que vem!
Estou ansiosa!!!
Mas vamos mantendo o contato...
Vou manter os blogs sempre atualizados com as notícias!

Beijos!

www.mamaenadia.com
www.asosmamaenadia.com

- Anine Pinheiro - disse...

Amiga, aposta na tendência de ter tudo azul com detalhes rosa, o q acha? rsrsrs

Mas falando sério.Sei q é só um desabafo e q vc vai conseguir, como sempre. Esse lance de marido longe e grana curta deve ser meio desesperador mesmo, principalmente grávida, qdo tudo tem proporção maior ainda. Mas foca no Bryan e na Bels, vc já tem o principal e q não custa nada: Amor e Leite materno(oremos).
Fico feliz por vc ter o plano e faz como a Di disse. Procura ver direitinho. Eu tenho quase certeza que plano empresa não tem carência, pq eu mudei de plano,marido mudou de emprego, no meio da minha gravidez e não tive problemas. Enfim. Se eu morasse mais perto, juro q te levava pra dar um rolê em madureira. Lá é ótimo pra comprar coisinhas baratinhas! Tem tb uma loja no SAARA, chamada Rodrigão, q tb tem o básico bem em conta.

Beijão

Luigia Macena disse...

Jack, voltei p dizer que tem brincadeira p vc lá no blog!

Mil bjus!

Anônimo disse...

jack calma vai da tudo certo... estou torcendo para que tudo se normalize e vc consigua fazer tudo o que vc deseja . bjos aline twiter

Mãe de 2 disse...

Aaaaaaah tb tô rezando pro tempo passar mais devagar, tenho que comprar mtas coisinhas ainda...

Qual é o seu plano? Minha GO é adepta ao PNH e aceita plano de saúde...
Se quiser me manda um email (matgeoisa@hotmail.com)

Anônimo disse...

Juro que não entendo... A pessoa demora mais de ano pra engravidar, estava tentando e não pensou em fazer uma poupança?? Pelamordedeus. Agora fica facil reclamar e ainda dar xilique de menina pobre mimada, não quero bolsa azul, quero rosa, não ta tendo $$ nem pra comprar o basico e ainda quer escolher. Praacabar com os piqui de goias :(

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com