29 de julho de 2011

Desencanando com a alimentação.

Sempre fui chata em relação a alimentação do Bryan (pra falar a verdade,sempre fui chata com tudo em relação ao meu filho.) Antes de ter filho eu criticava veemente as mães que introduziam papinha antes dos 6 meses ou outra/qualquer porcaria antes do tempo (se é que existe tempo para introduzir besteira no cardápio de uma criança).
Mas daí Bryan nasceu, não mamou exclusivo, com 4 meses não quis mais peito e ficou só no LA, sendo assim a pediatra disse que era para introduzir as papinhas doces com 4 meses. E assim foi, com 4 meses e pouco ele começou as papinhas doces, depois com 5 as salgadas e assim fomos.

Quando ele completou 8 meses (que foi quando começaram a sair os primeiros dentinhos) a pediatra disse que poderia dar pedaço de carne e amassar a comida no garfo.
STOP: a comida do Bryan era peneirada e quando ele fez 7 meses, eu comecei a passar no mixer.
Continuando...a pediatra sempre reforçava a cada consulta, que com 1 ano, a criança já deveria comer a comidinha normal que os pais comem e blá blá.
Mas quem disse que eu conseguia dar pedaços a ele? eu morria morro de medo dele engasgar com algum pedacinho e sei lá o que poderia acontecer. Então com esse meu medo continuei passando a papinha no mixer. Tentei dar arroz uma vez e o Bryan engasgou, ficou roxo e eu me descabelando porque meu filho não comia comidinha normal.

Tentei dar tempo ao tempo, pois todo bebê tem seu ritmo, uns são espertinhos e comem comida com pedaço desde os 7 meses, mas esse não era o caso do meu filho. E os meses foram passando e a única coisa que Bryan aceitava legal era o macarrão. Então dá-lhe macarrão dia e noite (misturado sempre com legumes) e assim foi até que um dia eu tentei dar arroz novamente, e ele engasgou novamente (e fazia ânsia). Esqueci o assunto por um tempo. Depois que fez 1 ano, Bryan já começava a pedir a comida do nosso prato, então as vezes ia um pedacinho de arroz, mas coisa pouca. Quando foi ontem ele recusou o macarrão, daí eu fiz um pratão de arroz com feijão e carne moída pra ele, e qual foi minha surpresa quando ele mandou ver em tudo!! Detalhe: ele não comia carne de jeito maneira, chegava a cuspir.E confesso que é um alívio ver meu filho finalmente comendo comidinha normal.

Mas ele é uma draguinha, mesmo comendo a comida dele, ele sempre vem olhar nosso prato e não sai de perto enquanto alguém não der algo.
E não é só no prato, tudo que ele vê a gente comendo ele quer e pede.Tem vezes que eu tenho que comer escondida, ou esperar ele ir dormir pra comer, que é o caso do sorvete, doces, sacolé e outros.Não dá pra liberar geral em tudo, mas também não dá para criar meu filho numa bolha dizendo o que não pode comer ,sendo que eu sou um péssimo exemplo e como muitas porcarias. Por conta disso decidi cortar muitas coisas da minha alimentação (o refri foi o 1°item a ser proibido em casa).Mas tem coisas que não posso impedir pra sempre, e me questiono até quando vou conseguir manter o Bryan afastado de alguns alimentos não tão saudáveis e necessário em sua alimentação.

Eu sempre dizia que jamais daria chocolate, danoninho e outras coisas antes dele completar 2 anos, mas quando vi já tinha ido.A primeira foram as papinhas da nestlé (tidas como vilãs pela maioria das mães e pediatras), depois ele tomou seu 1° danoninho (após 1 ano), pedacinhos de chocolate, massa de pizza, açai, massa de esfiha...mas continuo mantendo afastado as frituras, o refrigerante e doces.

Outro dia eu estava no salão,quando a moça da recepção,encantada com o Bryan, me pergunta de podia dar uma bala pra ele chupar.Achei legal da parte dela perguntar (porque tem pessoas que sai dando e nem pergunta se pode ou não).Eu fiquei totalmente sem graça e neguei (na classe e educação), mas vez ou outra escuto que estou negando os prazeres da vida ao meu filho, mas enquanto ele não experimentar, não saberá o que está perdendo, certo? ou não.

bjos

18 comentários:

Mommy-to-be disse...

Amiga,

Não tenho experiência pra falar sobre o assunto, mas...rs...
Concordo com vc! O que ele não provou ainda ele não sabe que é bom, então não tem como sentir falta!

Pretendo não dar refrigerantes e doces pelo máximo de tempo que eu conseguir segurar (tomara que por muuuuuuuito tempo!!!). Mas não adianta, né, essas coisas a gnt só sabe qdo o baby chega mesmo, hehe... (aquela velha história do cuspe que cai na nossa cara, kkkk...).

E vamos continuar no pensamento positivo!!! No próximo dia dos pais teremos um grande motivo pra comemorar!!!

Bjins

Caroline Pozzatti disse...

EU, QUE AINDA NAO SOU MAE ACHO QUE…
voce esta indo super mega bem. Ele tera muito tempo pra experimentar este monte de besteira de fritura e gas.
To te apoiando mas sabe qual eh o problema, tenho medo de nao dar e outro dar. Ou depois que ele conhecer nao querer mais largar. Dae como faz?

E que otimo que te ajuda tambem fazendo que tu corte algumas porcariazinhas.

Super beijo!

Lu,mamãe do Deko e da Leka disse...

Oi Jaque eu sempre dei de tudo,papinhas prontas,ovo,tudo mesmo e nao esmagava muito meu filho sempre comeu bem e ate hj é assim,mas besteiras ele nao come,iogurte somente natural com frutas,chocolate foi comer ja tinha 1 ano e meio ou mais,isso pq a prof deu sem pedir,mas hj autorizo uma vez ou outra ele comer,frituras eu nao gosto de dar,entao faço as coisas que ele gosta tipo batatinha sorriso assada dessa forma nao fica gordurosa,refri ele tomou uma vez q o padrinho dele ofereceu mas ele nao gostou é mais do suco mesmo,mas nao fico muito neurotica com alimentaçao dele só cuida o que vou dar... Que bom que bryan começou a comer arroz,eles nos surpreeendem as vezes com essas novidades..kk bj

Lais disse...

Concordo que tem q dar uma segurada mesmo, eu também era chatissima com a alimentação do Douglas, mas hoje em dia eu liberei geral. Ele come danoninho, bolacha doce e até dá uns goles de coca, mas TUDO com muita moderação. Ele curte, mas não fica alucinado querendo sempre mais, o que é mais fácil. Ele prefere o leitinho e as papinhas bem caprichadas (também adora macarrão rs). Mas tem que tomar muito cuidado mesmo, tá cheio de criança obesa por ai por causa dessas coisas. Se for necessário brigar com alguém por causa disso, briga mesmo (eu já briguei e não me arrependo hahaha).

Beijos!

Coisass de Mulher in Japan... disse...

Ai amiga, honestamente, eu ODEIO que se intrometam na criacao do meu filho, principalmente quem ja eh mae (acha que sabe tudo), acha que tem o direito de vir meter o bedelho na criacao alheia.
Sou super a favor de poupar os bebes de tudo que nao presta em relacao a alimentacao, pq qd a crianca estiver obesa, diabetica e com colesterol, ai as mesmas que vieam meter o bedelhao vao dizer que nao agimos direito com nossos filhos.
affff....desculpe foi um desabafo!
beijos
adoro seus posts.

Rebeca disse...

Nossa, meu sonho é ver Rafael comer arroz sem engasgar! Mas eu não tenho pressa não, estou esperando o tempo dele. Dia desse fui dar carne moída e ele até vomitou, engasgado.
Independente de proibir ou restringir isso ou aquilo da alimentação dele, não quero privá-lo de coisas que eu acho que são dda infância sabe? Quero que ele seja feliz, que tenha boas lembranças de quando era criança. E é nesse aspecto que eu penso que antigamente s crianças eram mais felizes. Elas eram mais livres!
Mas como eu sempre digo, cuidado é cuidado e cada um tem o seu. Sou contra qualquer tipo de exagero.

Beijos

Vanessa Dias disse...

Acho que você está certíssima em evitar refrigerante, doces, frituras e etc. Isso n acrescenta em nada pra eles, e acredite vai chegar uma hora q fica impossível impedir. Eu tentei e ainda tento. Pedro n toma refrigerante (e algumas pessoas me olham como ET por n dar) raramente come doces (a n se a avó q acaba dando uma besteira) e evito dar frituras, só libero quando estamos passeado, em uma festa ou pizzaria e tal. Afinal temos vida social né? Rss.
Mas n se sinta culpada por n dar essa besteira a ele, vc ta mais do que certa. Hoje o Pedro ja pede se ve alguma criança comendo doce na frente dele, então a missão ja fica bem mais complicada. Mas na idade do Bryan Pedro nem se dava conta e com isso nem sofria se n ganhase um doce tb.
Eu acho q vc deve continuar sim a evitar, enquanto pode, rsss.

Bjssssssss

Anine disse...

Se eu tivesse q escrever um post sobre alimentaçao, escreveria a mesma coisa, pq tb penso assim. fui super radical até ele completar um ano e Guilherminho tb engasgava muito e com tudo! Aos poucos ele foi aprendendo e hj, qdo vê q tem mto na boca ou q vai engasgar, ele mesmo tira com o dedinho, rs
No aniversário dele, deram bolo de chocolate, escondido de mim, no outro dia Guilherminho amanheceu com diarréia. Aí fui falando q alguém tinha dado alguma coisa escondido de mim e por isso q ele tava assim. Minha cunhada confessou a culpa e dps disso ngm mais deu nada e qdo oferecem eu falo q ele tá com diarreia(mesmo q ñ esteja). hahaha
Tenho mto medo mesmo é do açucar pq já vi bebes com caries e é mto triste!
Agora deixa eu parar pq já escrevi um post , né? rs


beijos

Lara disse...

OI Flor...

Gostei muito do post...Tava pensando em fazer um nesse mesmo tema, rsrs
Eu concordo que enquanto nao conhece e nao ve outras pessoas comendo, não vai fazer diferença em eles provar ou não... Aliás, faz diferença na saúde deles, pq tu vais é os estar adiando ele começar a comer porcarias e no futuro isso vai influir e muito. A alimentaçao de uma criança até os 2 anos de idade, influi demais na saúde dele... As células adiposas do corpo por exemplo param de se multiplicar quando eles fazem 2 anos mais ou menos, depois elas crescem somente (ou incham, rsrs) Se uma crianca come muita porcaria, gordura, frituras, a tendencia dela desenvolver e ser obesa é muito maior que uma criança com alimentaçao balanceada e controlada. Não sou hipócrita em dizer que a Bea nao vai comer nada,,, Claro que vai, mas é difícil é regular o que é de vez em quando...
A Bea come pão, come biscoito passatempo sem recheio, come papinha de fruta da nestle (que nao acho tao vilao assim nao) come gelatina... Aos poucos deixarei ela porvar outras coisas como chocolate, etc... MAs ao menos o refrigerante e balas/pirulitos tentarei manter só para depois dos 2 anos!

bjnhos

Ananda Etges disse...

Concordo que é melhor evitar certas coisas como doces e frituras. No meu caso o difícil mesmo é aguentar a família que já quer empurrar bolacha, fruta, papinha, etc. Tenho que fazer jogo duro, senão já viu, né?!

Beijos, Ananda.

http://projetodemae.wordpress.com

Cyy disse...

Concordo, aqui tbm farei assim, refri, doce e frituras não! vai ser facil pq ja comemos assim aki em ksa...=]
beeiijo

Débora Beyer disse...

Jacque! Depende do que você considera "prazeres da vida".
Eu faço como você e não acho que esteja privando o Vicente de alguma coisa.
Ele come guloseimas, mas tudo com muito bom senso.

Não acho que seja radical regular refrigerantes, maneirar no sal ou no açúcar. E não só enquanto são bebês, mas enquanto você cuidar da alimentação dele!
É bom pra eles.

Beijo!

Kariny - Mamãe Cristã disse...

eu sempre fui desencanada com comida, acho que tudo que é em exagero faz mal: falta de cuidado, ou cuidado em excesso. Kamila come frutas e verduras todos os dias, mas de vez em quando deixo comer besteirinhas também! beijos e bom final de semana!

Anônimo disse...

Olha engraçado q mesmo desencanada a Mariana não come danoninho pq não gosta... eu já ofereci mas ela não gosta! rs... o biscoito de maisena sempre rolou por aqui assim como o de polvilho... fora isso ela não come nenhuma besteira... andou comendo terra do vaso estes dias e minhas cachorrinhas ficaram e estado de choque! hhahahaha...
Jaque há tempos estou tentando comentar no seu blog mas não tenho conseguido por problema s de configuração... #odeioblogger!

Bjs Amanda - Mãe da Mariana

Edna Fernandes disse...

Uma coisa é certa um dia ele vai acabar caindo dentro das porcarias.
Mais fica tranquila que vc ta indo super bem ta fazendo tudo super certo, em relação as comidas, aproveita em quanto ele quer do seu prato e deixa assim ele vai se acostumando com a comida de vcs!!
Quando a gente menos espera eles aparecem com uns gostos alimentares todos diferentes kkkkk

Nave Mamãe disse...

Jaque,
Eu já estou mudando as regras da casa e minha alimentação pra não entrar em contradição. Tô tirando sal, tô dando preferência ao integral, ao saudável.
É um caminho árduo, mas melhor pra todos!
Beijos

O lord da diva disse...

AI FLOR CONCORDO com tudo que você disse, até hoje sou super chata com a do Lord tbm, mais vou "ajudar" até eu nao poder mais viu rss
Flor eu te mandei vários emails de perguntando que tamanho de lingerie você usa hahaha pois faz parte do brinde surpresa aff mais acho que meu Email foi hackeado sem comentários... perdi muitas informações , fotos e coisas importantes, pois tinha o Email a 5 anos, mais agora já "Helves" kkkkkk fiz outro rubiabitencourtdesouza @hotmail.com.. manda o endereço pra mim de novo por favor e tbm que tamanho tu usa pois quero mandar uma lá da loja onde trabalho :D
Beijoconasssssss

Grace disse...

Oi!!
Cheguei por aqui e adorei!!
Bom, eu acho que as coisas fazem mal quando são em excesso. Até agua faz mal em excesso. Então meus filhos "provam" de tudo, até porque, como diz vc, eu como de tudo, não posso negar a eles, ou comer escondida pra sempre. Ah, ganharam uma bala?? ótimo, come essa e semana que vem tem mais. Comeram um chocolate?? Aproveita, na próxima semana a gente come de novo...e aqui em casa graças a Deus, são todos muito saudáveis!!
Grande beijo!

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com