15 de agosto de 2011

Levando a vida no improviso

Daí que eu não contava com essa viagem surpresinha do marido nos meus planos (se é que eu tenho planos). No começo eu até achei legalzinha a ideia de vê-lo apenas 1 vez na semana, pra sabe como, dar aquela esquentadinha no casamento? não que ele esteja frio,muito pelo contrário, mas é muito bom matar aquela saudade de 1 semana inteira sem se ver (podem me achar louca). Mas eu contava com 1 semaninha apenas sem nos ver, pois ele falou que o serviço lá seria rapidim (rápido no dicionário dos homens, não significa a mesma coisa para nós mulheres) e que na semana seguinte ele estaria em casa de vez.Mas no dia seguinte ele não voltou e falou que ficaria a semana lá resolvendo e finalizando a obra que a empresa teria que entregar até sexta (essa que passou). E cada dia que ele ligava a noite eu já atendia com medo, pois ele sempre adiava mais um dia, e mais um e mais um, e por fim falou que chegaria terça, e me fez uma surpresa e apareceu por aqui hoje.

A realidade, é que com ele longe eu desencanei um pouquinho com o lance dos treinos (mentira).A minha inimiga vermelha ainda não deu o ar de sua graça, e já começo a ter todos aqueles pensamentos de que está acontecendo algo errado, na realidade simplesmente não esta acontecendo, sei lá porque, pode ser por alteração de hormônios, ou os cistos de volta, ou sei-lá-o-que poderia ser, só sei que este atraso está me matando. É chato ter aquela esperancinha viva de que talvez eu possa ter feito o teste muito cedo (no 14°DPO), ou desconfiar que aconteceu uma mega ovulação tardia, ou ainda pensar que faço parte do 0,00000000001% de estatística de erros nos testes.Mas eu resolvi desencanar esse mês, vou fazer uma ultra direto no dia 24, e se não tiver baby acho que voltarei para o meu bom e velho anticoncepcional, porque esses atrasos todo mês são uma decepção e um balde de água fria.

O ruim, é que é impossível não se pegar pensando em como faria se o teste tivesse dado positivo, olhar as roupinhas nas lojas, rabiscar os nomes no caderno ou até mesmo fazer um carinho involuntário  na pança, alisando as lombrigas (porque bebê mesmo que é bom,nada). Eu tive tanto sintoma esse mês, e depois que o Bruno viajou todos sumiram.Não sinto mais nada, só muita fome (costumo dizer que estou em fase de crescimento para os lados, só pode, é a única explicação para a pessoa acabar de comer 1 crepe e ainda sentir fome e jantar) estou comendo muito, como na gravidez do Bryan, esse foi o 1° sintoma que me chamou a atenção. Mas vamos parar com o sonho cor de rosa...

O lado ruim de não ter o marido em casa (além das razões óbvias) é que não tenho ninguém pra tirar o lixo, lavar a mamadeira, enfim, ninguém para explorar (brincadeirinha), e tive que improvisar em várias coisas que eu fazia com ele (opa,sem maldade), como o banho no Bryan por exemplo. Eu assumo e admito que até pouco tempo morria de medo de dar banho na banheira sozinha nele.Porque primeiro que é humanamente impossível deitar ele para lavar a cabeça, primeiro por causa do tamanho dele, e segundo porque ele mesmo não gostava de ficar deitado, mas eu também morria de medo de lavar a cabecinha dele com ele sentado (neura de que ia entrar água no ouvido, na boca, nos olhos), e segundo porque só sendo ninja (ou Chuck Norris) para abrir o shampoo e condicionador com uma mão e com a mesma mão passar na cabeça e esfregar (vou construir um busto na praça, para quem conseguir realizar tal feito) enquanto sua outra mão esta ocupada segurando as costas do seu filho. Por favor né senhores fabricantes de shampoo, vamos fazer uma embalagem mais prática e que com um simples aperto, pluft, o shampoo saia nas mãos, sem ter que abrir aquelas tampinhas que são o Ó de tão duras.

Voltando a questão do banho: foi daí, no meu desespero de mãe-desengonçada-que-não-sabe-abrir-o-shampoo-e-condicionador que eu tive a brilhante ideia de levar Bryan para tomar banho no chuveiro comigo.O primeiro banho foi traumático (para os dois) primeiro que o chão do box é super escorregadio e a mula aqui ficou com medo de colocar o Bryan em cima do estrado porque era alto.Ele escorregou 2x, batendo o bumbum no chão(tadinho), depois eu coloquei ele em cima do estrado e foi mais tranquilo (ou não). Musiquinha vai musiquinha vem (quem nunca cantou "cabeça, tá na hora de lavar dum dum dum dum, gostoso" no banho não sabe o que esta perdendo) Bryan ficava olhando pra baixo, vridado na espuma que se formava no ralo e com isso entrava água na boca dele e espuma nos olhos, eu ficava apavorada e ele mais ainda, pois como ele tomava banho no colo do pai no chuveiro, ele não tinha aquela manha da água no rosto, sacomé? pelo contrário, ele ficava todo espantando, tadinho, com tanta água no rosto, e mezo-afogou por 2x.O grande aliado do banho foi o sabonete líquido da natura (mana, valeu pelo mega presente), foi super prático para ensaboar e lavar as partes dele. No fim ele se divertiu com a novidade, mas pensem se eu consegui tomar banho? que nada, malemá lavei o que interessava e sai, porque era impossível lavar o cabelo e deixar ele sozinho no estrado, e o medo dele cair? E meu banheiro do lado de fora? virou a lagoa azul de tanta água(eu não tenho blindex, só aquela cortininha que tá ali só de enfeite, porque proteger da molhadeira que é bom nada).Da segunda vez foi bem mais prático, e eu tenho que começar a me acostumar, porque quarta marido tá partindo, até Deus sabe quando...

 Bjocas

15 comentários:

Renata disse...

Você já tentou sentar ele no chão mesmo? Coloque um tapete de borracha e espalhe uns brinquedinhos (tem uns giz de banho pra pintar o azulejo que são o máximo). Pouco antes de 1 ano já passei minha filha pro chão do box e ela sempre curtiu o banho. Lavar a cabeça quase sempre é choradeira, mas eu nunca liguei de escorrer água no rosto e ouvidos (sorte que ela nunca ficou doente por isso). Depois que meu segundo filho nasceu ela cismou de voltar a tomar banho na banheira, mas no chão do box mesmo, fica sentadinha brincando e só levanta pra lavar o bumbum. ah, e eu uso o chuveirinho, ela não gosta do chuveirão na cabeça!
Beijos!

Lais disse...

Eu nem dou mais banho no Doug na banheira desde que mudei pro ap e o banheiro é menor. No começo fiz mais ou menos o que vc fez, de tomar banho junto, mas não deu muito certo também. Ele escorregava direto, ai comprei um tapete ante derrapante, mas ele começou a sentar nele e ele meio q acumula uma sujeira por baixo, fiquei cabreira com isso. Acabou q meus sogros compraram uma bacia e ficou muito mais fácil! Eu sento no chão do lado de fora do box e ele fica sentadinho na bacia, protegido. Cai água e espuma do shampoo no rostinho dele, mas mal não faz não, viu? Ele até se acostumou.

Beijos!

Edna Fernandes disse...

Eu sentiria saudades sim confeço, mais ate que seria bom uns dias longe do marido kkkkkkkkkkk.
Eu dou banho no Pedro no chuveiro ou no tanque ele adora ver a água caindo kkkkkkkkk
bjs

Sandra Hellen disse...

Menina eu já teria surtado geral com esse atraso todo...aff! Você é mega paciente amiga!!!

Quanto a distância, sei por experiência própria que de vez em quando dá uma ajudinha para as coisas ficarem mais "interessantes" na vida a dois! :-) Mas legal que te ajudou também a "se virar" com o branco de neve!!!

Beijos enormes pra vocês!!!

Franciele Galantine disse...

Amiga eu sinto isso na pele,mozão trabalha longe então vejo ele só no final de semana, ao mesmo tempo que é gostoso é muito ruim tbm....beijocas minha e do João

Luly disse...

Perai q eu quero comentar tudo!
Pra começar, Parabens pelos 9 anos amiga! Daqui uns dias, dia 24, faço 5 anos de casada com Cris. Feliz!
Ri muito ocom seu relato do banho amiga, desculpe!!! sei q deve ter sido dificil msm, mas me deu riso, vc tentando fazer as coisas, lembrei de mim tentando dar a uns dias, o primeiro banho de banheira na Rafinha, menina,comecei lavando a cabecinha e logo segui pela bundinha, e minha mae dizendo: LUISA, LAVA O ROSTO DELA PRIMERO...mas parecia q eu nao conseguia coordinar o pensamento com as maos..kkkkk.

Sobre marido viajar, vc nao a unica q gosta disso nao, eu gosto quando marido fica longe ,pq o reencontro e tremendo!!! mas como eu choro quando ele nao ta!!! COISA DE LOKA MESMO...prefiro ele em casa msm....

E sobre a monstra: conheci uma muher q desde q teve seu filho, a um ano nao menstrua. UM ANO! e diz q è a melhor coisa do mundo.... mas claro.. ela nao deve estar tentando o segundo neh?
vc ja foi ao medico amiga?
bjs nossos.

Cheilinha disse...

Faz um tempinho que Dudu passou a tomar banho no chuveiro, antes ele tomava no meu colo, agora coloco o chinelinho nele, e ele fica bonitinho tomando seu banho, o complicado de tomar banho com ele, é q ele não deixa ninguém entrar embaixo do chuveiro, aí a guerra tá armada. Ele adora brincar com o sabonete, dá altas gargalhadas qnd o sabonete escorrega e ele fica na impossível missão de conseguir pegar o sabonete.
Uma dica é colocar um chinelo nele, aí naum corre o risco dele escorregar, ou compre um tapetinho de borracha e deixe ele brincando, enquanto vc toma o seu banho.
Bjão.

Cyy disse...

Ah gente, eu me divirto aqui no teu blog, Jaque! rsrsrsrs
Mas graças a Deus q ele voltou né =D e calma q tudo tem sua hora, Deus é quem sabe!
Beeijos

Dea, a mamae da Nina disse...

olha dica boa e barata, por 30 reais comprei tapete d borracha p Nina e isso foi uma das melhores aquisiçoes. Vc deve achar ate mais barato pq aqui perto d casa metem a faca. Comprei em loja d brinquedo.
Sempre q vamos a sp ela toma banho no box comigo e isso da um trab entao co o tapetinho a voda mudou e aderi ate em casa, ela ama, nao cai e se esbalda na ducha. Banheira aposentada ha mais d um mes.
Bjs bjs

Mommy-to-be disse...

É amiga, nessa vida a gente aprende a se virar nos 30 mesmo, hehehe... =)

Não tenho experiência, mas ia sugerir o que já te sugeriram aí, da bacia ou da banheira no chão mesmo, acho que fica mais fácil pra vc.

Bjins e boa sorte, viu?

E nada do red ainda? Por aqui tá um riooooo!!! kkkkkk =)

Passa no blog depois, tem matéria nova!

bjins

Angi disse...

Oii
então, ah eu já teria feito outro teste de farmácia anteontem,Jaque!
Ainda há esperança, acreditaaa!
Sobre marido viajante...odeio, o meu se tem que viajar 2 dias a trabalho já sofro, fazer tuuuudo sozinha é mto prá mim, ainda mais sem ninguém por perto!
Beijocasss na barriga...
Angi

Flor de Menina disse...

Oi flor!
Conhecendo por aqui hoje!!

Estou te seguindo, visite o meu blog também!
Beijos
Sandra
http://flordemeninaacessoriosbaby.blogspot.com/

Cristiane disse...

E verdade e uma arte da banho em criança, principalmete quando sao grandes que no caso do meu bebe as vezez fico perdidinha , tbm tenho esse trauma de agua no ouvido, nariz e etc, mas com o tempo nos acostumamos...


bjs

disse...

A Malú toma banho comigo, eu faço assim< encho a banheira dela e coloco ela sentadinha ai lavo td e na hra dio cabelo eu lavo com o chuveirinho e deixo ela ali brincando enquanto eu tomo meu banho, ou qdo naum quero por na banheira, eu coloco ela de cinelinho em baixo do chuveiro msmo ela consegue tirar acabeça debaixo do chiveiro e deixar só o corpinho ^^

Ananda Etges disse...

A gente se vira como pode, né?! Tomara que o marido volte logo!

Beijos, Ananda.

http://projetodemae.wordpress.com/

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com