29 de agosto de 2011

Pela cabeleira do Zezé.

 Post programado! Hoje meu expediente é lá no blog Eu me desenvolvo e evoluo com meu filho, blog da minha amiga Angi, onde eu falo no post sobre as minhas expectativas da maternidade, passa lá pra conferir!!

Daí que nos devaneios de uma mente gravídica, eu ficava horas imaginando o rostinho, o cabelo, a pele, os olhos do meu futuro bebê, nada anormal nisso,visto que 100% das mães fazem considerações sobre como o futuro rebento será. E em uma das noites de muita conversa com o maridóviski sobre como o bebê seria, imaginávamos o que ele herdaria de cada um, tipo: o cabelo seria igual ao meu, os olhos, boca, orelha seriam dele, seria moreno como o pai, seria alto como a mãe, calmo como o pai e várias outras previsões. A primeira vez que vi o Bryan, devo confessar que achei que aquele não era meu filho.O médico que realizou a última ultrassonagrafia, havia dito que ele seria cabeçudo e narigudo, e quando olhei o Bryan foi o contrário dos dois.Eu olhava aquela cabecinha tão pequena e o nariz de batatinha, todo achatadinho, e me dei conta que ele era idêntico a ultra 4D que fiz com 26 semanas de gravidez, onde eu o achava super parecido com o pai (até postei fotos comparando os dois aqui).

A primeira vista ele me lembrava muito meu pai, e taí uma coisa que você nunca imagina (eu pelo menos,não imaginava) que o seu filho irá sair parecido com outra pessoa que não seja você ou seu marido.E todos que viam falavam a mesma coisa. Pensei: tá bom, meu pai é branquelo, do cabelo liso e olhos verdes, o importante é ter saúde (zoa, meu pai é galã).
O que eu encrencava mesmo era com a cabeça dele, era pequena demais.Por meses eu ficava preocupada com o crescimento dela,pois parecia que tudo crescia menos ela.E acho que na 4° consulta com a pediatra ela esclareceu que ele realmente tinha nascido com o tamanho do perímetro cefálico abaixo do normal (o normal era 35 cm e ele nasceu com 33cm).

Mas o assunto é outro: os cabelos.
Daí que rolou até bolão para saber se os cabelitchos do Bryan seriam lisos como os meus ou enroladinhos como os do pai.E cada um apostava em alguma coisam amigos,marido e avós torciam para que fosse liso, e eu, confesso que preferia liso, ô xente, eu só ouvia meu marido reclamando de ter cabelo crespo (ele era louquinho pra fazer aquela jogadinha de franja, estilo Justin Bieber,Há), que era ruim pra pentear, lavar, que não podia fazer nada de diferente a não ser cortar com máquina bem baixinho, então é óbvio que eu queria que meu filho tivesse a praticidade de um cabelinho liso.

Quando ele nasceu os fios eram lisos, e assim permaneceram até o 8° mês, quando começou a cachear, e ele se tornou meu branco de neve dos cachinhos dourados, devo dizer que acho o máximo aqueles cachos dourados esvoaçantes (tirando a parte que acorda tudo pra cima).Eu sempre quis ter cabelo cacheado (quando era adolescente dormia de bobs no cabelo,estilo Dona Florinda) é aquela máxima: ninguém está conformado com o que tem.

E eu como boa rockeira que se preze, amo cabeludos.Não sei explicar, mas acho o máximo homem com cabelão (marido também era louco pra ser cabeludo), e decidimos que independente do tipo de cabelo do nosso filho (liso, enrolado,crespo, sarará) ele seria cabeludo até quando achássemos bonitinho e claro, não prejudicasse, já que o calor do Rio é fróids sem cabelo, imagine com cabelão.E cá estamos no dilema: cortar ou não cortar, eis a questão.

Eu sei que bebê com cachinho fica fófis, com carinha de neném, e quando cortar ele vai ficar bem diferente, pois o cabelinho próximo a raiz é liso (só cacheia no final), ou seja, ele vai ficar com carinha de rapaz, mais ainda do que já tem, e eu tenho medo, muito medo.
Amo quando todos comentam que ele parece um anjinho (sei lá quem disse que anjo tem cabelo cacheado e loiro,mas é o que todo mundo fala), mas sinto que sempre as vezes os fios incomodam um pouco, pois tem horas que um cachinho cisma em ficar perto do olho,e ele fica nervoso pra tirar. E Bryan tem verdadeiro nojinho de cabelo, eu não posso colocar meu cabelo na mão dele que ele faz cara feia, fica nervoso, e ai de mim quando um fio sem querer, encosta no rosto dele, ele faz ânsia de vômito e tudo.

Salão que corta cabelo de bebê eu já encontrei, mas o pai está relutante quanto ao assunto, e cismou com o cabelo comprido, que junto ao meu medo do Bryan perder a carinha-de-bebê-fófis-cachinhos-dourados da mamãe, faz com que eu deixe esse assunto do corte pra lá.Mas até a festinha de 2 anos,pretendo ao menos cortar um pouquinho da juba (eu chamo de juba porque falo que ele é meu leãozinho).

Se cortar vai ficar mais ou menos como o Thiago Fragoso: curto fica liso, e grande fica parecendo o Luiz Caldas (credo em cruz).Se bem que eu prefiro o Thiago de cabelo curto,nem parece a mesma pessoa nas duas fotos.

Com 8 meses (e a mamãe crente que meu cabelinho ia ser liso) e com 1 ano, cheio de cachinhos.
Quando pensava no meu filho cabeludo eu imaginava o Axl, não o Slash.
Porque Luiz Caldas, putz, é sem comentários, isso não é rock, é axé, vão chamar meu filho de micareteiro.

Mais um pouquinho de Axl vai, ele era tão lindo,olha esse cabelo, eu pegava facim (pra jogar do penhasco, calma amor,sem ciúmes)

Bjos

11 comentários:

Luly disse...

Miga, sèrio, Bryan pè o unico bebê q eu acho lindo de cachinhos!
Tem um rostinho perfeito, angelical msm.
Mas se eu tivesse um filho, e ele tivesse cachinhos, eu passaria maquina pela praticidade, e pq gosto, amo amo amo homens com o cabelo bem curtinho, com gel e tudo rsrs.
Quando o cris deixa o cabelo comprido, acho lindo,mas quando ele corta o cabelo, eu morro de paixao! rsrsrs.
Mas e um dilema pra vcs mesmo q gostam de cabeludos.
E eu achei q Rafinha seria carequinha e sempre soube q ela seria parecida com Cris!! sempre, desde as ultras.
E a menina nasceu a cara do pai, so q identica ao meu sogro, tu acredita numa coisa dessas??? identika ao vèlhoooo...kkk.
E tem ozoio azul, q nem o pai dele. Achei q mudaria, ficariam como os meus, mas ate isso ela herdou do avò, que cà entre nòs, e estranho ela parecer com meu sogro, mais q meu marido neh? rsrsrs.

E mudando de asunto: ameeeei seu coment la no meu bloguito, e tao bom saber o quanto somos queridas por vcs, saiba q è totalmente mega mega reciproco ta?
Bjs nos coraçoes de vcs.
amooooo.

Ivna Pinna disse...

Oi Jacque, li teu post no blog da Angi e passei aqui pra te conhecer!
Que lindo o Bryan! E esses cachinhos são fofis-até-doer!rsrs
Eu acho lindo! Se for preciso, dá só uma aparada.. não tira tudinho não!

Bjo
http://odonodomeumundoazul.blogspot.com/

Edna Fernandes disse...

Amiga assim como vc eu tb não pretendo cortar o cabelo do Pedro tão cedo, marido tb não quer cortar, ele esta ficando com um cabelão, a parte que não caiu ta enorme e graças a Deus a que caiu ja esta nascendo direitinho.
Se você acha que deve cortar e que esta incomodando o pequeno, então vá em frente.
bjs

Camila disse...

Oi Jacque, li sua postagem no blog da ANGI e adorei.
Estou passando para te conhecer.
O Bryan é lindo!
Venha conhecer o nosso cantinho...
Beijos

http://camilamamae2009.blogspot.com

Ananda Etges disse...

Nossa! Que diferença ele com 8 meses e 1 ano! O cabelo enrolou mesmo, hein?! Gracinha! Vamos ver qual vai ser o look na festinha de 2 anos!

Beijos, Ananda.

http://projetodemae.wordpress.com/

Angi disse...

Amiga,
adorei você por lá, você gostou, foi bom para você?rs
Aiii esses cachinhos são demais, adoro todos,e tomara que continue assim, não cortaaaa!rs
beijão
Angi

Dayane disse...

Jacque, o teu filho é um gato!!! Esses cachos são um charme, combina muito com o rostinho dele, mas acho que ele ficaria lindão também com o cabelo curtinho. Eu teria curiosidade pra ver como ele ficaria com os dois looks, so nao deixaria os cachos longos demais. Quero ele pra ser meu genro!!

Grazi disse...

Oi Jacque!
Meus filhos tbm são como o Bryan. O maior tinha o cabelo cacheadinho igual ao do seu pequeno e tbm só começou aos 12 meses. Todo mundo achava lindo e, confesso, eu e marido tbm. Fui deixando e apagando qdo caia no rosto e nos olhos. Ficou assim bastante tempo. Depois comecei a cortar mais e realmente ele ci ou com mais cara de menino. Hoje os cachinhos se foram. O cabelo dele é mega-ultra liso. Foi bom ter aproveitado os cachos! O cabelo do meu Pequenino tá indo pelo mesmo caminho. Já tá cacheadinho atras! Uma fofura! Vou aproveitar antes que vire cabelo de índio feito o do irmão!
Aproveita os cachos! Não corta! Daqui há pouco ele cresce e vai ter a vida inteira pra ter cabelo curtinho! Aproveita agora!
Muitas beijocas em vcs dois!

Grazi disse...

Ahhh... E depois que corta, os cachos não voltam... Humpf!

Dayane disse...

Jacque eu não sei qualé a da caixinha de seguidores, mas acho que é coisa do blogger, porque as vezes tambem nao consigo ver em outros blogs. Mas lá no topo do blog tem uma barra com a opção de seguir. Beijos

Grauce disse...

Ai ele tão lindo de cachinhos!!! Será que Junior vai ficar com os cachinhos (que serião meus) ou vou ter de cortar "asa delta" (cabelos lisos seriam do papai)?

Se isso o incomoda é melhor cortar. Tudo bem que ele realmente fica parecendo um anjinho com esses cachinhos, mas é preciso pensar no conforto dele. Aqui no Rio tem feito muito calor mesmo e olha que o verão ainda nem chegou!

Comecei a te acompanhar por esses dias e adorei seu cantinho!

Beijo

♡ Grauce e Junior ♡

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com