22 de agosto de 2011

Profissão: mãe


Engraçado quando eu tenho que responder qual a minha profissão.Fico totalmente sem graça de responder: dona-de-casa, não que seja vergonhoso, pelo contrário, mas acho que isso não define totalmente as minhas atividades nos últimos 16 meses.Eu gostaria de responder assim:

Minha profissão? ser mãe! Pois é, tenho um patrão super exigente,ele tem horário pra acordar, mamar, almoçar, jantar,tomar banho e ai de mim se não cumprir meus horários.Além disso eu tenho que ficar sempre a disposição para levá-lo para passear, pois ele fica entediado se ficar muito tempo em casa sem fazer nada.Todo dia eu invento uma nova maneira de brincar e distraí-lo, e ainda tenho que criar musiquinhas para fazê-lo rir.Sou pós graduada na arte de trocar fraldas no escuro, com experiência comprovada na carteira por 16 meses.Não possuo horário de almoço, eu faço lanchinhos e boquinhas, e almoço mesmo só se o patrão estiver dormindo, aliás, eu ainda preciso fazer o patrão dormir a tarde e a noite, essa tarefa não requer muito esforço, pois o meu patrão já adormece sozinho, mas no começo da minha profissão de mãe, eu precisava embalar, ninar, andar correndo pra lá e pra cá, pois ele gostava de dormir no balanço do colo. O serviço de casa está incluso na minha profissão, e faço sem cobrar honorários, pois para o bem estar do meu patrão a casa tem que estar limpa, para isso varro e passo pano no chão todos os dias, duas vezes, para que ele não suje os pés ou encontre algum objeto que possa machucar seus lindos pézinhos.Lavo banheiro, a louça, tiro lixo, tiro o pó dos móveis, lavo roupa e o que mais for necessário para manter a casa em ordem, o que nem sempre é possível, visto que meu patrão exige minha presença muitas vezes no dia, e por vezes eu preciso postergar os serviços para outro dia ou para quando meu patrão dorme definitivamente, que acontece por volta das 23:00h. Não tenho horário de lanche ou janta, faço quando necessário, ou quando o patrão permite.
Sou pós graduada também na arte de recolher brinquedos que se encontram espalhados pela casa, faço esse serviço várias vezes por dia, quantas vezes forem necessárias, pois meu patrão ama retirar tudo do lugar.Sou doutora na arte de consolar e dar colo quando meu patrão mais precisa, seja porque ele se machucou ou está com alguma dor. Também preciso assistir aos programas preferidos junto com meu patrão, ele se diverte quando danço e canto suas músicas preferidas do Hi-5. Não tenho folgas, trabalho de segunda a segunda com muito prazer. Férias? nem sei o que é isso,não tenho direito a férias, e quer saber? nem preciso, os dias que passo com meu patrão parece uma verdadeira colônia de férias, com direito a risadas embaixo do edredom, soprar espuma no banho, cócegas, pique-esconde e novidades todo dia.
Meu trabalho nunca caiu na rotina, pois cada dia eu assumo uma função diferente, um dia sou cantora, outro catadora de brinquedos, dançarina, enfermeira e tantas outras que o meu patrão requerer.
Não possuo salário fixo,nem direito ao 13°, e muito menos férias remuneradas, meu pagamento é feito em sorrisos, abraços calorosos, mãos macias me acariciando, e ainda sou chamada carinhosamente de mamãe, mamy e mãe pelo meu patrão, o qual eu amo muito! Me diz, tem profissão melhor que ser mãe??

17 comentários:

Kira disse...

Sabe o que me deixa mais puta?Pessoas que trabalham fora, e quando vc comenta algo do tipo " nossa to cansada" a pessoa fala ' Ah, mas vc não faz nada, fica em casa o dia todo'. Vontade de matar.
Sinceramente, me canso muito mais em casa com a Bia, do que quando eu trabalhava fora!!!


Beijos colega de profissão!

Alethéa Casal disse...

Não, não tem nada melhor. Tanto que eu estou "largando" emprego fixo, com carteira assinada, para assumir definitivamente esta função. E estou radiante com isso.

Grande abraço!

Roberta disse...

Que lindo seu post, adorei!!!
Desde julho estou nessa profissão, larguei empreg concursado para ser mãe em tempo integral e estou amando!!!

Beijos e seu patrão é lindo!!!!rs

*Rê* disse...

eu tbm me sinto sem jeito pra falar que sou dona de casa..sei la, da uma impressao de uma pessoa que nao faz nada.. e na realidade fazemos tudo e mto mais...haa e foda...

Keka disse...

Respeito muito quem trabalha em casa, aliás acho que é o que mais cansa e pior: é sem remuneração! Eu, além de cuidar tudo na casa ainda trabalho fora e trocaria tudo se pudesse para ficar cuidando do meu baby em casa mas preciso trabalhar fora. Vocês, que ficam em casa, fazem muito mais do que nós que estamos em um escritorio, valorizo muito pois sei bem o quanto é dificil, sem contar que às vezes é chato.

Lucilene disse...

Oi Jaque, sempre leio os seus posts e adoro........mas nunca comento,hj fuçando aqui encontrei um tema e lembrei de vc na hora é sobre o pequeno príncipe......beijos e o seu patrão é a coisa mais linda......

http://ehojevaiserumafesta.blogspot.com/

Lais disse...

AMEI o post e chorei porque me identifiquei muito! Trabalhamos de segunda a segunda, sem folga nem férias, sem remuneração. Nosso pagamento é ver essas criaturinhas crescendo, se desenvolvendo, ficando cada vez mais espertos e lindos. Mas, de fato, basta um sorriso deles pra tudo valer a pena.

Beijos!

Renata disse...

Tbm acho que é a melhor profissão do mundo! Melhor que isso só se tivesse salário, né?

Ah, estou torcendo pra cegonha visitar vc logo! Melhor que ser mãe é ser mãe de novo, rs!
Bjs!

Joice disse...

Ouu que lindo, demais!!!

Ameiiiii!

Ando louca pra conseguir um emprego desses!!!! :)

Beijos e uma ótima semana pra vcs!

Lidianne disse...

Adorei o post e blog! Esta é minha primeira vez aqui, mas vou ficar te seguindo. bjus!

Cheilinha disse...

Amei o post Jacque, muito lindo, realmente naum tem nada melhor no mundo do q ser mãe 24 hrs por dia.
Bjão.

Nave Mamãe disse...

Fazemos horas extras diariamente sem receber adicional!
Mas quer saber? Profissão mãe é a melhor que existe!
Beijocas

Edna Fernandes disse...

Amigas, vamos exigir que assinem nossa carteira e pedir direito ao abono salarial kkkkkkkkk.
Adorei.
bjs

Mamãe Cristã disse...

amiga, adorei o post! realmente ser mãe é tudo isso e mais um pouco, mas como vc disse, é trabalhoso, mtas vezes cansativo, mas é gratificante e maravilhoso, não há coisa melhor!! beijos!

Angi disse...

Adorei o texto,amiga!
Super me identifico, e me sinto privilegiada em poder ser mãe em tempo integral, claro que como tudo na vida, tem o lado bom e ruim!
Mas o bom, o ótimo, prevalece sempre!
beijos
Angi

Karina disse...

Ser mãe não é fácil, trabalhar em casa (como disse a Keka) muitas vezes é beeem mais cansativo que fora mesmo, só quem passa sabe...rs

Mas no fim é recompensador...hahah

Bjoss!

tem sorteio lá no blog!

Aninha disse...

Meu marido trabalha o dia todo e a noite faz facul,imagina?... fico sozinha o tempo todo.
Mas ele é um pai amoroso e me ajuda da forma que pode e sabe ajudar. bjo linda!

Contando...

 

Blog Template by BloggerCandy.com